É do Fundão e só do Fundão. Comissão Europeia certifica a famosa cereja

É do Fundão e só do Fundão. Comissão Europeia certifica a famosa cereja

A ‘Cereja do Fundão’ é desde hoje um produto com Indicação Geográfica Protegida (IGP), segundo divulgou a Comissão Europeia, que aprovou o pedido português nesse sentido.

A área geográfica de produção da ‘Cereja do Fundão’ é circunscrita ao concelho do Fundão, distrito de Castelo Branco, às freguesias limítrofes a sul, de Louriçal do Campo e Lardosa (concelho de Castelo Branco), e a norte, às freguesias de Ferro e Peraboa (concelho de Covilhã).

Numa nota de imprensa, a Comissão Europeia salienta que a produção de cereja na região do Fundão “impulsionou a economia local, criando sete mil empregos numa década”.

A ‘Cereja do Fundão’ junta-se a uma lista de mais de 1.470 produtos e que está disponível na base de dados eAmbrosia.

O artigo foi publicado originalmente em SAPO 24.

Comente este artigo
Anterior BREXIT: With COVID-19 a prolongation of the transition period is a must
Próximo Preço da carne de frango aumentou 30% numa semana

Artigos relacionados

Sugeridas

IFAP: Pagamentos junho 2019

PAGAMENTOS JUNHO 2019
No dia 28 de junho de 2019, o IFAP procedeu a pagamentos* num montante total de cerca de 79 milhões de euros, dos quais se destacam os seguintes:
FEAGA

Regime de Pagamento Base (RPB) – 12,8 milhões de euros
Pagamento por Práticas Agrícolas Benéficas (Greening) — 12,6 milhões de euros
Regime de Pequena Agricultura (RPA) – […]

Eventos

Agrovid, um novo certame especializado em vitivinicultura – 30 de janeiro a 1 de fevereiro – Espanha

Viveiros, maquinaria, proteção de culturas, sistemas de irrigação, reboques, fertilização, serviços financeiros, gestão de culturas, teledeteção, consultoria, desenvolvimento de projetos (…) são alguns dos produtos e serviços que estarão presentes na primeira edição da Agrovid, […]

Internacional

Feed additives: new guidance for renewal of authorisation

EFSA has published new guidance on the information applicants need to include in their dossiers for the renewal of the authorisation of feed additives. […]