Documento de posição Francesa para a PAC pos 2020

Documento de posição Francesa para a PAC pos 2020

Aqui encontrará o documento com a posição Francesa sobre o Futuro da PAC pós 2020. França põe o foco em 4 áreas, já com proposta concretas:

  • Apoio ao reforço da cadeia alimentar
  • Reforçar os instrumentos de gestão de risco
  • Remunerar os serviços ambientais através de uma condicionalidade reforçada mas mais simples. Possibilidade de majorar os pagamentos desligados para zonas específicas.
  • Apoio à transição de práticas e sistemas de produção

→Descarregue aqui os documentos em PDF na versão em Frances ou em Inglês

Comente este artigo
Anterior Portugal Fresh na Agroglobal
Próximo Cooperativa Agrícola de Bebedouro, há 50 Anos a servir os Agricultores

Artigos relacionados

Sugeridas

Siro e Cerealto unem-se para transformar o futuro da alimentação a nível global e criam a Cerealto Siro Foods

– O novo Grupo tem previsto concentrar os seus recursos operacionais e financeiros nas categorias de Biscoitos, Cereais e Massas, linhas de negócio com gamas de produto de caráter global e elevado potencial de desenvolvimento em diferentes mercados.
– A estratégia da Cerealto Siro Foods permitirá continuar a ser uma fornecedora especializada da Mercadona e manter os seus compromissos com os atuais clientes da Cerealto, […]

Nacional

Matança dos pintos vai continuar na Alemanha, decidiu tribunal

[Fonte: Expresso]

A indústria pecuária alemã vai poder continuar a matar os pintos do sexo masculino à nascença – enquanto a tecnologia não evolui. Assim decidiu um tribunal federal alemão. A questão pôs-se depois de um estado alemão, a Renânia do Norte-Vestefália, […]

Nacional

Condições para exportação de vegetais para o Reino Unido caso não haja acordo no Brexit

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

As autoridades inglesas enviaram informação às autoridades portuguesas dando conta das condições de exportação de vegetais e produtos vegetais para o Reino Unido, caso não exista acordo no âmbito do Brexit.
Assim, realça-se que os produtos vegetais que actualmente circulam no território da União Europeia sem exigências fitossanitárias particulares (sem exigência de passaporte fitossanitário), […]