Crise nos combustíveis: “Agricultores devem constituir reservas e tomar medidas de prevenção

Crise nos combustíveis: “Agricultores devem constituir reservas e tomar medidas de prevenção

[Fonte: CAP] Perante o anúncio de nova greve para os dias 7 a 22 de Setembro, hoje anunciado pelo Sindicato de Motoristas de Matérias Perigosas, a CAP emitiu um comunicado onde recomenda aos Agricultores que constituam reservas e tomem medidas de prevenção.

Foi há momentos anunciada a entrega de um “pré-aviso de greve ao trabalho suplementar, feriados e fins de semana” relativo ao transporte de matérias perigosas. A CAP considera que o arrastar deste conflito laboral prolonga a incerteza e a imprevisibilidade em torno do abastecimento de combustível, essencial para a atividade económica em geral, e para a agricultura em particular.

Esta é uma situação que deve preocupar os Agricultores portugueses, sobretudo os que estão, e estarão, em campanha ao longo do próximo mês de Setembro, com destaque para as vindimas, um pouco por todo o país. Só o sector vitivinícola é responsável por mais de 200.000 empregos directos e indirectos. São números que expressam bem a importância que o setor vitivinícola representa para o país, pois além do relevante número de postos de trabalho, há que ter em conta os milhares de agricultores e suas empresas que o setor promove.

 Ao longo das últimas semanas, através dos sucessivos e atempados alertas da CAP, a par das ações que, localmente, as organizações agrícolas e os produtores desenvolveram para constituírem reservas e, claro, também pelas medidas que o Governo tomou – que foram determinantes e adequadas à exigência da situação – foi possível mitigar os efeitos da greve. Não tivesse havido este esforço concertado e determinado e a situação teria sido catastrófica para muitos Agricultores deste país.

Contudo, o impacto para os sistemas de abastecimento à Agricultura de uma “greve parcial” ou de uma “greve às horas extraordinárias, aos feriados e aos fins-de-semana“, não é conhecido. Independentemente de o Governo poder vir a fazer uso dos mesmos mecanismos legais, e tomar o mesmo tipo de medidas que tomou durante a greve que passou, a CAP sublinha a importância de os Agricultores e transportadores dos seus produtos constituírem reservas de combustível, respeitando, naturalmente, todas as regras de segurança, e de tomarem medidas de prevenção adequadas que permitam mitigar uma eventual escassez.

CAP – 21 de Agosto de 2019

Comente este artigo
Anterior Proteção dos animais no momento da occisão
Próximo Fungo que ameaça bananas chega à Colômbia: Governo decreta emergência nacional

Artigos relacionados

Notícias seguros

Briefing do Parlamento Europeu sobre Instrumentos de Estabilização de Rendimento e volatilidade de preços nos mercados agrícolas

Este briefing resume com qualidade os instrumentos de Estabilização de rendimento, seguros, etc… existentes. Indica também que há probabilidade da Comissão Europeia apresentar durante o Verão de 2017 uma Comunicação sobre a futura PAC, […]

UE - Organizações

Farm Europe welcomes the decision of Comagri Members to take sufficient time to improve the CAP reform proposals

Yesterday, the MEPs in charge of the CAP reform within the AGRI committee of the European Parliament decided that the debate on the reform of the CAP will not go beyond Comagri’s position during the current legislature. […]

Dossiers

Aprovada a Agenda de Inovação para a Agricultura 2020-2030

Foi publicada a Resolução do Conselho de Ministros n.º 86/2020, de 13 de outubro de 2020, que aprova a Agenda de Inovação para a Agricultura 2020-2030. […]