Fórum de Modernização da Agricultura – 23 de janeiro – Valpaços

Fórum de Modernização da Agricultura – 23 de janeiro – Valpaços

O Fórum de Modernização da Agricultura vai realizar-se no Auditório do Pavilhão Multiusos de Valpaços no próximo dia 23 de janeiro de 2020.

Em debate estão os desafios atuais que se impõem à modernização da agricultura e a partilha do conhecimento de ferramentas inovadoras e soluções de apoio para uma resposta sustentável e eficiente, bem como os desafios da Política Agrícola Comum pós 2020.

As inscrições já se encontram disponíveis e são gratuitas, mas de caráter obrigatório e limitadas.

Mais informações através dos seguintes contactos:

Telefone: 22 589 96 20

E-mail: [email protected]

Nos próximos meses irá decorrer em várias localidades do país os “Fóruns de Modernização da Agricultura”.

O evento, organizado em parceria pelo Crédito Agrícola, o Portal Agronegócios, a Associação de Jovens Agricultores de Portugal (AJAP) a empresa Agroinsider e a empresa FarmControl, conta com um ciclo de sessões ao longo dos próximos meses.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Previsão de longo prazo - 20 jan. a 16 fev. 2020
Próximo Portugal está a ser observado por outros países sobre reação aos incêndios de 2017

Artigos relacionados

Últimas

Pera portuguesa ruma a Paris para conquistar novos consumidores

A Pera Rocha do Oeste é a protagonista de uma campanha publicitária que entre os dias 10 e 16 de abril vai marcar presença em 360 outdoors espalhados por Paris. […]

Nacional

Dois quilos de cerejas arrematados por 560 euros em leilão online solidário

O Município do Fundão transmitiu hoje, dia 15 de Maio, em directo na sua página de Facebook, o leilão online das Maiores Cerejas do Fundão. Em […]

Nacional

Governo desvaloriza ‘polémica’ em relação à redução de bovinos

Em dezembro de 2018, João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente, deu uma entrevista ao jornal Público em que defendia a necessidade de redução da produção de bovinos entre 25% a 50% para atingir a neutralidade carbónica em 2050. […]