Covid-19: Ministra da agricultura ouvida no parlamento na próxima semana para apresentar medidas para travar impacto da pandemia no setor

Covid-19: Ministra da agricultura ouvida no parlamento na próxima semana para apresentar medidas para travar impacto da pandemia no setor

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, vai ser ouvida no parlamento no próximo dia 16, “com caráter de urgência”, para fazer um ponto de situação das medidas avançadas para travar o impacto da covid-19 no setor.

Em declarações à Lusa, o presidente da comissão parlamentar de Agricultura e Mar, que esteve hoje reunida, por videoconferência, disse que todos os coordenadores decidiram chamar a governante para “fazer um ponto de situação do que foi feito e para indicar o que ainda se vai fazer” para travar o impacto do novo coronavírus na agricultura.

Conforme explicou Pedro do Carmo, a ministra da Agricultura deverá apresentar, entre outros pontos, as medidas de apoio aos agricultores e à cadeia alimentar.

O também deputado do PS indicou ainda que a audição será realizada presencialmente, embora apenas seja permitida a presença de um deputado de cada grupo parlamentar na sala.

“Consoante o número de rondas, se for outro deputado a intervir, este só poderá estar na sala quando o outro deputado do mesmo grupo parlamentar sair”, ressalvou o presidente da Comissão de Agricultura.

Por outro lado, será também possível a participação dos deputados via ‘skype’.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,3 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 75 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 290 mil são considerados curados.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 345 mortes, mais 34 do que na véspera (+10,9%), e 12.442 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 712 em relação a segunda-feira (+6%).

Dos infetados, 1.180 estão internados, 271 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 184 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.

O artigo foi publicado originalmente em SAPO 24.

Comente este artigo
Anterior Covid-19: Venda de borrego alentejano na Páscoa prejudicada por diminuição de consumo
Próximo A Agricultura não pode parar

Artigos relacionados

Dossiers

Andalucía pide a Sánchez que apueste “decididamente” por el campo

El portavoz de la Junta, Elías Bendodo. (Fuente: Junta de Andalucía)
La Junta de Andalucía ha reclamado al Gobierno de Pedro Sánchez que apueste “decididamente” […]

Últimas

Precisa do curso obrigatório de conduzir e operar com o tractor em segurança? Planeta Informático tem

A Planeta Informático, entidade formadora, está a promover o curo, obrigatório, Conduzir e Operar com o Tractor em Segurança em todos os distritos de Portugal. […]

Sugeridas

Quinto dia de greve dos motoristas começa com menos um sindicato em protesto

[Fonte: SAPO 24] A greve dos motoristas de matérias perigosas entra hoje no quinto dia, depois de um dos dois sindicatos que convocaram a paralisação ter desconvocado o protesto. […]