Covid-19: Eurodeputados voltam a reunir-se por videoconferência com PAC na agenda

Covid-19: Eurodeputados voltam a reunir-se por videoconferência com PAC na agenda

O Parlamento Europeu (PE) reúne-se de segunda a sexta-feira numa sessão plenária que volta a realizar-se por videoconferência, dado o agravamento da pandemia de covid-19 em França e na Bélgica.

A agenda dos trabalhos é dominada pelo debate, na terça-feira, e votação, ao longo da semana, da reforma da Política Agrícola Comum (PAC), que representa 34,5% do orçamento europeu de 2020 (58,12 mil milhões de euros), sendo de cerca de 70% deste valor é destinado ao primeiro pilar: o apoio direto ao rendimento de agricultores de seis a sete milhões de explorações agrícola.

A votação final da proposta está agendada para sexta-feira, mas ao longo da semana os eurodeputados deverão pronunciar-se sobre os relatórios que integram o pacote legislativo.

A nova PAC deverá ser mais adequada às necessidades dos Estados-membros, cujos governos terão de apresentar planos estratégicos para a aplicação dos objetivos definidos pela Comissão Europeia e o seu desempenho será monitorizado.

Os agricultores deverão ainda reforçar as boas práticas ambientais obrigatórias, para poderem receber os apoios diretos.

Uma vez definida a posição do PE sobre a PAC, terão início as negociações com o Conselho da União Europeia (UE), para se chegar a um acordo sobre a reforma da PAC.

Nesta sessão, a Comissão Europeia apresenta e debate o programa de trabalho para 2021, também na terça-feira.

Na quarta-feira haverá um debate sobre o Conselho Europeu de 15 e 16 de outubro, marcado pela luta contra a pandemia de covid-19 e a falta de progressos num acordo pós-Brexit com o Reino Unido.

O vencedor do Prémio Sakharov 2020 é anunciado na quinta-feira.

Em setembro e na primeira sessão plenária de outubro, o PE tinha voltado ao formato presencial, mas em Bruxelas, evitando a deslocação para Estrasburgo (França), depois de meses de reuniões por videoconferência, devido à pandemia de covid-19.

Comente este artigo
Anterior La tendencia en almendras varía dependiendo de la variedad
Próximo Ano atípico preocupa produtores de castanha de Valpaços

Artigos relacionados

Últimas

Participação do Politécnico de Portalegre em mostra de inovação para os Ministros da Agricultura dos vários Estados-Membros da UE

Decorreu ontem, dia 14 de junho, na Companhia das Lezírias, uma mostra de inovação promovida pelo Ministério da Agricultura, no âmbito da Presidência portuguesa do Conselho da União […]

Últimas

A importância das raças autóctones em Portugal

Segundo a PORDATA (2016), cerca de 39,5% da área total de Portugal é considerada superfície agrícola útil, da qual um terço é usado em pastagens permanentes e outro terço em áreas florestais […]

Últimas

Olhar para a floresta e não ver as árvores! – Nuno Banza

Um duplo agradecimento: aos portugueses, pela sua extraordinária adesão ao desafio que o ICNF lançou no Dia Internacional das Florestas, e aos trabalhadores do Instituto pelo seu empenho nesta iniciativa. […]