Cotações – Ovinos e Caprinos – 9 a 15 de agosto 2021

Cotações – Ovinos e Caprinos – 9 a 15 de agosto 2021

Ovinos

Na semana em análise as cotações médias nacionais dos borregos analisados, de <12 kg, 2228 kg e de >28 kg mantiveramse estáveis em relação à semana anterior.

Na Beira Interior a oferta de borrego foi fraca na área de mercado de Castelo Branco e média na Cova da Beira e na Guarda; a procura foi relativamente animada em Castelo Branco e na Guarda e animada na Cova da Beira. As cotações dos borregos de <12 kg mantiveramse estáveis nas três áreas referidas, o mesmo acontecendo às dos borregos de 1321 kg na Guarda.

Na Beira Litoral a oferta de borrego foi muito fraca nas duas áreas de mercado, Coimbra e Viseu. A procura foi fraca em Coimbra e relativamente fraca em Viseu. A procura de borrego é escassa e insuficiente para satisfazer a procura. A procura de ovelhas de refugo foi animada em Coimbra, sendo a oferta insuficiente. Em Viseu a procura de animais para reprodução é fraca. Estabilidade de cotações.

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta e a procura de borrego foram médias. A relação ofertaprocura encontrase equilibrada e as cotações mantiveramse estáveis.

No Alentejo a oferta de borrego foi relativamente fraca nas áreas de mercado de Évora, Alentejo Litoral, Estremoz e Alentejo Norte e média em Beja e Elvas. A procura foi relativamente fraca no Alentejo Litoral e média em todas as outras áreas. As cotações dos borregos não apresentaram quaisquer alterações em relação à semana passada nas seis áreas de mercado analisadas.

Em TrásosMontes a oferta de borrego foram médias e equilibradas. As cotações dos borregos de <12 e de 1321 kg mantiveramse estáveis nas três áreas de mercado analisadas, Alto Tâmega, Terra Fria e Terra Quente.

Caprinos

Na semana em análise as cotações médias dos cabritos de <10 kg mantiveramse estáveis em relação à semana anterior nas três regiões analisadas, Beira Interior, Beira Litoral e TrásosMontes.

Na Beira Interior a oferta de cabrito foi relativamente fraca na área de mercado da Sertã e média na Cova da Beira e Guarda; a procura foi relativamente animada na Guarda e na Sertã e animada na Cova da Beira. As cotações dos cabritos de <10 kg mantiveramse estáveis nas três áreas analisadas.

Na Beira Litoral a oferta de cabrito foi muito fraca e a procura relativamente fraca nas duas áreas de mercado, Coimbra e Viseu. Em Coimbra também a referir a procura de cabra de refugo, cuja oferta é insuficiente para satisfazer a procura. Completa estabilidade de cotações.

Em TrásosMontes a oferta e a procura de cabrito foram médias e equilibradas. Estabilidade de cotações dos cabritos de <10 kg nas três áreas de mercado analisadas, Alto Tâmega, Terra Fria e Terra Quente.

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta e a procura de cabrito foram médias, destacandose a procura por parte da restauração. As cotações dos cabritos mantiveramse estáveis.

No Alentejo a oferta de cabrito foi relativamente fraca na área de mercado de Estremoz e fraca no Alentejo Norte. A procura foi relativamente fraca nas duas áreas. Completa estabilidade de cotações.

→ Aceda aqui às cotações ←

Cotações – Ovinos e Caprinos – 2 a 8 de agosto 2021

Comente este artigo
Anterior Cotações - Coelhos - 9 a 15 de agosto 2021
Próximo Cotações – Suínos – 9 a 15 de agosto 2021

Artigos relacionados

Últimas

Formação Online: 7ª e última edição do Curso “Comunicar Agricultura e Floresta” – 28, 29 e 30 de Setembro

Estão abertas as inscrições para a 7ª edição e última do curso online “Comunicar Agricultura e Floresta”. Esta última edição, que decorrerá nos dias […]

Sugeridas

Ajuda de 140 euros por hectare pode salvar pinheiro-bravo

Centro Pinus pede apoio inédito, anual, para pequenos proprietários, para recuperar toda uma fileira da qual dependem centenas de agentes […]

Nacional

PSD quer saber que autarquias foram sancionadas por não proteger a floresta contra incêndios

Sociais-democratas entregaram nesta terça-feira na Assembleia da República pergunta dirigida ao ministro da Administração Interna. […]