Cotações – Cereais – Informação Semanal – 4 a 10 Março 2019

[Fonte: Agricultura e Mar - Cotações]

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Milho grão forrageiro

Em Portugal, na campanha 2018-2019, a área semeada com milho de regadio aumentou cerca de 5%, relativamente à campanha anterior. O volume de produção de milho de regadio estimado para esta campanha é idêntico ao da campanha anterior.

Na semana em análise, prosseguiu a campanha na a.m. Alentejo, onde as cotações não sofreram alteração, em relação à semana anterior: cotação mais frequente = 175€/ton.

Arroz

Na semana em análise foi dada por encerrada a campanha de comercialização do arroz na área de mercado Vale do Tejo e Sorraia.

Nesta campanha 2018-2019, as cotações mais frequentes do arroz na a.m. Vale do Tejo e Sorraia foram as seguintes: Arroz longo A – 305,92€/ton; Arroz longo B – 286,62€/ton.

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo Cotações – Cereais – Informação Semanal – 4 a 10 Março 2019 foi publicado originalmente em Agricultura e Mar - Cotações.

Anterior Conferência “Sementes para agricultura e produção biológica”
Próximo PAC: Junta de CyL y Asaja abogan por un único Plan Estratégico porque las normas “tienen que ser nacionales”

Artigos relacionados

Sugeridas

Governo anuncia 190 milhões de euros de apoios financeiros à agricultura

[Fonte: O Jornal Económico]
O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, anunciou nesta quarta-feira, 6 de Fevereiro, que deverá estar disponível a partir de junho um novo programa de financiamento à agricultura nacional, em complemento ao Programa de Desenvolvimento Rural PDR 2020. […]

Cotações ES

El repunte de la demanda eleva los precios en aceite lampante

[Fonte: Agropopular – Cotações]

Los precios en origen del aceite de oliva se mantuvieron en niveles muy similares a la  semana pasada salvo en lampante donde se registró una ligera tendencia alcista ante el aumento de la demanda. […]

Dossiers

Portal do código de boas práticas comerciais

[Fonte: GPP] Foi apresentado ao Governo no dia 6 de fevereiro pelas estruturas representativas do setor agroalimentar e da distribuição, que fazem parte da Plataforma de Acompanhamento das Relações na Cadeia Agroalimentar (PARCA), o Portal que visa operacionalizar o Código de Boas Práticas Comerciais na Cadeia de Agroalimentar (CBPC).