Costa destaca avanços na aprovação do instrumento orçamental da zona euro

Costa destaca avanços na aprovação do instrumento orçamental da zona euro

O primeiro-ministro, António Costa, destacou esta sexta-feira como um momento “particularmente saboroso” do encontro do Conselho Europeu a aprovação das linhas gerais do orçamento para a zona euro. Apesar de sublinhar a importância deste instrumento para cumprir as recomendações europeias, admite o desejo de um “maior envelope financeiro”.

Costa sublinhou o “acolhimento favorável ao conjunto do trabalho desenvolvido pelo Eurogrupo, quer para concluir a reforma do mecanismo europeu como para avançar com aquela que tem sido a grande batalha, que é a construção do instrumento orçamental para a zona euro”, em declarações à saída da cimeira, transmitidas pela RTP 3.

O instrumento, que terá como destino o investimento e as reformas, terá por “base a dotação orçamental que já constava na proposta da Comissão”, da qual 17 mil milhões de euros são destinados a países da zona euro. “Todos desejaríamos que o instrumento orçamental pudesse crescer com maior envelope financeiro, mas mais importante é começarmos a fazer caminho”, ressalvou o primeiro-ministro.

Por decidir ficaram pormenores como a distribuição das verbas pelos países. “O calendário ficou afixado”, disse Costa, que espera que “haja acordo rápido sobre a chave de repartição de forma a que no quadro de aprovação fique totalmente esclarecido”.

Para o líder do Executivo, este instrumento vem “completar mecanismos que já temos, na politica de coesão ou agrícola, para poder financiar investimentos que Portugal tem de fazer”, nomeadamente para “corrigir e ultrapassar o atraso face a Europa”, bem como dar resposta às recomendações de Bruxelas.

O artigo foi publicado originalmente em ECO - fundos comunitários.

Comente este artigo
Anterior Pedrógão. Juiz leva autarcas a julgamento e "salva" responsáveis da ANPC
Próximo Costa classifica como "gostoso" apoio da UE para Centeno concluir orçamento do euro

Artigos relacionados

Nacional

Ministro diz que oposição “fala do que não sabe” sobre redução de bovinos

O ministro do Ambiente e da Transição Energética disse esta quinta-feira que a oposição, que pediu a sua presença no parlamento para abordar a redução da produção de bovinos entre 25 a 50% até 2050, […]

Últimas

Vacuno: dificultades para encontrar salida a la oferta


El mercado del vacuno continúa muy pesado por las dificultades para encontrar salida a la oferta. En general han predominado las repeticiones en los principales mercados nacionales. […]

Últimas

Francisco Avillez lança repto ao Ministério da Agricultura sobre Projeto Tejo

O Projeto Tejo – Aproveitamento Hidráulico de Fins Múltiplos do Tejo e Oeste foi apontado como estratégico no decorrer da conferência Portugal no futuro, […]