Corteva Agriscience passa a ser empresa independente e entra em bolsa

Corteva Agriscience passa a ser empresa independente e entra em bolsa

A Corteva Agriscience nasce como empresa independente no próximo mês de junho e entra na bolsa de Nova Iorque. A Corteva, divisão de Agricultura da DowDuPont, que está presente em Portugal, baseia a sua atividade na tecnologia de sementes, na proteção de cultivos e em soluções digitais para a agricultura.

A empresa, com sede social nos EUA, conta com uma divisão em Portugal, em Lisboa, e duas em Espanha – uma em Sevilha, onde está o centro tecnológico de investigação de La Rinconada, e outra em Avilés (Astúrias), local onde a empresa tem a sua central de produção.

Numa nota enviada às redações, a companhia diz que a sua cisão da DowDuPont “combina as forças da DuPont Pioneer, DuPont Crop Protection e Dow AgroSciences” e permitirá à companhia oferecer “a carteira mais completa da indústria, incluindo algumas das marcas mais reconhecidas na agricultura: Pioneer, Granular, as sementes Brevant lançadas recentemente, assim como os produtos galardoados pela proteção de cultivos, ao mesmo tempo que oferecem novos produtos ao mercado através da nossa sólida linha de química ativa e tecnologias.”

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior El plazo de presentación de la PAC finaliza en Castilla y León con un 3,6% menos de solicitudes
Próximo Oficina Técnica de Mecanização

Artigos relacionados

Últimas

Legislativas. PAN quer informar sobre pegada dos alimentos porque “comer é um ato político”

O porta-voz do PAN (Pessoas-Animais-Natureza), André Silva, afirmou hoje que “comer é um ato político” e, por isso, defende informação sobre as pegadas hídricas e carbónicas dos alimentos e o fim de apoios à produção de carne. […]

Nacional

Sessão de esclarecimento em Vagos sobre apoios para diversificação de actividades na exploração agrícola

A Biblioteca Municipal de Vagos recebe, a 6 de Junho, pelas 17h00, uma sessão de esclarecimento sobre a apresentação de candidaturas à […]

Nacional

ESA é foguetão propulsor de startups no Norte

Um incentivo de 50 mil euros foi o suficiente para que duas startups do norte transformassem ideias de negócio, com base em tecnologia espacial, […]