Conselho da União Europeia de Agricultura aborda rotulagem de bem-estar animal

Conselho da União Europeia de Agricultura aborda rotulagem de bem-estar animal

O Conselho da União Europeia de Agricultura reuniu os ministros da agricultura europeus que discutiram, entre outras questões, a rotulagem para promover o bem-estar animal e o combate às alterações climáticas.

Julia Klöckner, ministra da Alimentação e Agricultura da Alemanha, apresentou a rotulagem do bem-estar animal implementada pelo país alemão, que tem três níveis, baseados em vários critérios relacionados com a sua produção.

A rotulagem voluntária terá início no setor da suinicultura, com o objetivo de se estender posteriormente à carne de bovino e de aves de capoeira, e identificará os produtores que cumprem várias normas de bem-estar animal acima do mínimo do país. Entre os fatores avaliados nesta categorização germânica de bem-estar estão práticas como o corte da cauda, o tipo de castração e a duração das viagens em veículos de transporte.

Durante a reunião, o Comissário Europeu da Agricultura, Janusz Wojciechowski, apresentou de que forma o Pacto Verde Europeu para combater as alterações climáticas irá afetar a produção agrícola e pecuária.

O Conselho de Agricultura e Pescas reúne os ministros de cada Estado-membro da União Europeia. A maioria dos Estados-membros faz-se representar por um único ministro para ambos os sectores, no caso de Portugal, a ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, marcou presença no conselho.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Anterior O fóssil mais antigo de uma cenoura selvagem foi descoberto na ilha da Madeira
Próximo Douro alia tradição e inovação para ser mais sustentável e resiliente

Artigos relacionados

Nacional

Agroportal é marca registada!!

O Agroportal registou a sua marca. Porque a marca Agroportal é hoje um ativo importante, com uma identidade própria, com 17 anos de vivência, […]

Últimas

A Mudança

Ouvimos dizer que estamos em grandes mudanças que vão deixar muitos para trás, e cujo ritmo da alteração a maioria não vai aguentar, […]

Nacional

Floresta, a batalha que continuamos a perder

Já sabíamos que o desastre de Pedrógão Grande e dos incêndios do Outono de 2017 iriam deixar feridas difíceis de curar. […]