Colheita de batata na AgroGlobal realiza-se a 9 e 10 de Setembro

Colheita de batata na AgroGlobal realiza-se a 9 e 10 de Setembro

A Porbatata – Associação da Batata de Portugal informa que os ensaios de variedades de batata de indústria no campo da AgroGlobal – Feira das Grandes Culturas, estão quase no final do seu ciclo. O campo neste momento já se encontra em fase senescente e a colheita da batata está prevista para 9 e 10 de Setembro de forma faseada. Algumas imagens da colheita serão transmitidas em live streaming, no dia 11 de Setembro pelo canal da AgroGlobal e dos seus media partners.

Será possível visitar o campo mediante convite nos dias 9 e 10 de Setembro, com o devido cuidado, desde que sejam observadas as regras sanitárias estabelecidas pela Direcção-Geral de Saúde (DGS), nomeadamente de distanciamento social e concentração de pessoas.

A AgroGlobal – Feira das Grandes Culturas, o maior evento profissional agrícola do País, teria este ano a sua sétima edição, de 9 a 11 de Setembro, em Valada do Ribatejo. As expectativas apontavam para 475 empresas ligadas ao sector agroflorestal que visavam estabelecer novos contactos, partilhar novos conceitos e tecnologias entre si e com os milhares de empresários agrícolas visitantes.

Mas a pandemia de Covid-19 veio mudar os planos. A maior feira agrícola ibérica dedicada aos profissionais volta a 6, 7 e 8 de Julho de 2021. No entanto, os dias de 9 a 11 de Setembro vão ser marcados por um ciclo de conferências, virtuais, sobre questões agrícolas actuais.

Agricultura não pode parar

Diz a direcção da Porbatata que a “colheita seria o culminar de uma acção que se idealizou integrada na AgroGlobal 2020”. Mas “a pandemia alterou toda a realização deste grande evento nacional, mas a agricultura não pode parar, pelo que as operações culturais seguiram o seu ritmo normal”.

Explica um comunicado da Porbatata que foram feitas análises de solo e a preparação do solo foi a apropriada para a sementeira que decorreu no final de Abril. Uma semana depois aplicou-se herbicida em pré-emergência e fez-se a amontoa. A emergência deu-se sem grandes incidentes.

Em meados de Maio fez-se a adubação de cobertura e fez-se o primeiro tratamento de fungicidada/insecticida. As chuvas de Maio, trouxeram alguma incidência de míldio e verificou-se a ocorrência de algumas pragas, no entanto a pronta disponibilidade dos técnicos responsáveis pelo campo de ensaio, assegurou a eficaz resolução de forma atempada, não comprometendo o desenvolvimento da cultura.

Com os tratamentos fitossanitários com fungicidas e insecticidas, foram em simultâneo aplicados estimulantes foliares e de calibre. A tuberização ocorreu em todas as variedades, entre final de Maio e início de Junho. No início de Agosto foram retiradas amostras de batatas às quais foram feitos testes de matéria seca, para verificar a evolução da qualidade.

A realização da colheita está planeada da seguinte forma:

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Los precios de los corderos continúan invariables en las lonjas
Próximo “Podemos ter vinhos melhores do que os franceses ou os italianos, mas só os conseguimos vender lá fora se forem baratos”

Artigos relacionados

Sugeridas

‘Startup’ de Coimbra desenvolve plataforma para melhorar prevenção de incêndios

A ‘startup’ de Coimbra Bold Robotics recebeu um apoio da Agência Espacial Europeia para desenvolver uma plataforma que usa dados de observação da Terra para otimizar a prevenção de incêndios e a gestão de terrenos florestais. […]

Nacional

Municípios querem políticas públicas para que terras abandonadas sejam aproveitadas

O presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), Manuel Machado, defendeu nesta quarta-feira, em Coimbra, a criação de políticas públicas que estimulem a economia no território para que as terras abandonadas possam ser aproveitadas. […]

Últimas

Oenobrands lança leveduras autolisadas selecionadas para vinho biológico

A Oenobrands lançou uma nova gama de leveduras autolisadas selecionadas para vinho biológico.
“Publicado a 22 de outubro de 2018, o regulamento de execução n.º […]