CNA exige rápido levantamento dos prejuízos dos agricultores com o mau tempo

CNA exige rápido levantamento dos prejuízos dos agricultores com o mau tempo

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) exigiu hoje ao Ministério da Agricultura “o rápido levantamento dos prejuízos junto dos agricultores” assim como a agilização do pagamento de indemnizações, devido ao mau tempo desta segunda-feira.

“A CNA está solidária com as agricultoras e os agricultores que mais uma vez enfrentam o mau tempo que assolou o país na tarde de ontem [segunda-feira], e que se prevê que continue nas próximas horas”, lê-se numa nota hoje divulgada.

Segundo a entidade, “numa primeira análise estima-se que sejam milhares os hectares afetados e que vão levar a elevados prejuízos em culturas como o milho ou hortícolas”.

Por isso, a CNA exige ao Ministério da Agricultura “o rápido levantamento dos prejuízos junto dos agricultores, a simplificação dos processos administrativos e que a indemnização seja real e rapidamente paga aos produtores”.

Para a entidade, “não se admite que aconteça o mesmo que noutras situações em que muitos produtores nunca receberam as indemnizações devidas”.

De acordo com a CNA é ainda preciso, tendo em conta “a crescente frequência de fenómenos extremos” que se avance com “soluções de médio e longo prazo para a estabilidade produtiva e financeira dos produtores”.

“É cada vez mais evidente a justeza da luta da CNA e filiadas pela concretização de Seguros Agrícolas Públicos, adequados à realidade da Agricultura Familiar Portuguesa, já que os existentes não são adequados à maioria dos agricultores”, salientou a Confederação.

A CNA alerta ainda que “os prejuízos e a falta de liquidez financeira das explorações agrícolas afetadas, levará à falência e ao abandono forçado da atividade e do mundo rural, reduzindo a produção nacional e prejudicando fortemente a soberania alimentar de Portugal”.

Urge a rápida averiguação dos prejuízos e pagamentos aos agricultores afectados pelo mau tempo

Comente este artigo
Anterior Movimento aplaude campanha alemã contra agricultura intensiva no Alentejo e Algarve
Próximo Mau tempo: Chuva afeta produção de milho no Baixo-Mondego

Artigos relacionados

Nacional

Câmara de Boticas concedeu mais 11 mil euros em apoios ao sector pecuário

A Câmara Municipal de Boticas reforçou, mais uma vez, o apoio à produção pecuária, nomeadamente a criação de gado bovino e de pequenos […]

Eventos

Workshop “A observação da terra e as parcerias locais para o controlo de agentes bióticos na floresta” – 27 de maio

No próximo dia 27 de maio de 2021, decorre o Workshop “A observação da terra e as parcerias locais para o controlo de agentes bióticos na floresta”. […]

Nacional

Agricultores já podem exportar pêras e maçãs para a Indonésia

Os produtores nacionais de pêras e maçãs podem, a partir de agora, exportar para a Indonésia. Trata-se de um importante mercado, […]