Cerimónia de Entrega dos Prémio Floresta e Sustentabilidade a 8 de maio

Cerimónia de Entrega dos Prémio Floresta e Sustentabilidade a 8 de maio

Os vencedores vão ser anunciados dia 8 de maio, numa cerimónia que se realiza na Estufa Real, Calçada Galvão, em Lisboa, com a presença de Luís Capoulas Santos, Ministro da Agricultura.

O orador convidado é Sadanandan Nambiar, Honorary Fellow do CSIRO Forest Ecosystem Science Group com a apresentação “It is Time for Re-Imaging a New Narration in Forestry”.

Entrada livre, sujeita a inscrição em www.premiofloresta.cmjornal.xl.pt

Cerimónia de Entrega de Prémios

8 de maio de 2019 | Estufa Real | Lisboa

 

16:30 Recepção dos Convidados

Welcome Coffee

 

17:00 Boas-Vindas

Luís Veiga Martins, Diretor-Geral, CELPA – Associação da Indústria Papeleira

 

17:05 Abertura Institucional

Luís Capoulas Santos, Ministro Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

 

17:30 IT IS TIME FOR RE-IMAGING A NEW NARRATION IN FORESTRY

Sadanandan Nambiar, Hon. Fellow, CSIRO Forest Ecosystem Science Group

 

18:10 Critérios de Avaliação das Candidaturas

Ana Cláudia Coelho, Directora, Responsável pela Área de Serviços de Sustentabilidade, PwC

 

18:20 ENTREGA DE PRÉMIOS

 

18:45 Porto de Honra

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Jornal de Negócios.

Anterior Barragem do Fridão não avança
Próximo Governo quer barragem no rio Ocreza para controlar caudais do Tejo

Artigos relacionados

Últimas

Portugal está “a viver de água que não tem”

[Fonte: O Jornal Económico]

A Associação Natureza Portugal, representante do Fundo Mundial para a Natureza (WWF na sigla internacional) faz o alerta num comunicado divulgado esta quarta-feira, […]

Últimas

PME francesa procura fornecedores de leite em pó para bezerros

Uma pequena e média empresa (PME) francesa, especializada na produção de substitutos do leite e alimentos complementares para animais jovens, procura fornecedores de leite em pó, […]

Blogs

É mesmo estupidez, não tem outro nome

por henrique pereira dos santos, em 05.02.20

Na novela da taxação da actividade florestal (uma tolice sem nome e com efeitos contraproducentes) a única coisa que verdadeiramente me espanta é […]