“Cereais do Alentejo” já é uma marca

“Cereais do Alentejo” já é uma marca

ANPOC aposta na produção nacional e lança marca Cereais do Alentejo

A Associação Nacional de Produtores de Proteaginosas, Oleaginosas e Cereais (ANPOC) apresenta, no próximo dia 31 de maio, a partir das 13h, na Herdade da Torre do Frade em Santo Aleixo, concelho de Monforte, a marca de cereais não processados e 100% nacional, Cereais do Alentejo.

Na sessão de lançamento da Cereais do Alentejo estarão presentes Luís Capoulas Santos, Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural; José Pereira Palha, Presidente da ANPOC, e Fernando Carpinteiro Albino, Presidente da Assembleia-Geral do Clube Português dos Cereais de Qualidade. Do lado da indústria e da distribuição, marcam presença a Better Foods, a Cerealis, a Auchan e a Sonae.

A Cereais do Alentejo – que reúne cinco organizações de produtores portugueses – pretende a valorização da produção nacional, afirmar o valor dos cereais do Alentejo e dinamizar a fileira dos cereais.

Este vai ser um dos assuntos que também fará parte da ordem de trabalhos da 40ª Assembleia Geral do Clube Português dos Cereais de Qualidade que decorre nesse mesmo dia a partir das 15.30, sendo anfitrião o Agrupamento de Produtores de Cereais – Procereais, na Herdade da Torre de Frade em Stº Aleixo.

De acordo com o Presidente da AG do Clube Português dos Cereais de Qualidade, Fernando Carpinteiro Albino, esta é uma A.G particularmente especial, por várias razões, desde logo porque celebram-se 33 anos desde que ocorreu em 1986, a primeira reunião, promovida pelo então Ministro da Agricultura, Engº Álvaro Barreto, entre industriais de moagem e produtores nacionais de cereais, tendo sido da Torre de Frade e fruto dessa reunião, que saiu o primeiro camião de trigo para o mercado livre de cereais, pondo-se assim termo ao monopólio da EPAC.
Faz também 20 anos que nasceu o Clube Português do Trigo Duro, hoje dos Cereais de Qualidade, que serviu e continuará a servir para o reforço das relações interprofissionais de toda a fileira.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Agricultura e biodiversidade, um equilíbrio fundamental, relembra a ANIPLA
Próximo ANPOC lança marca ‘Cereais do Alentejo’

Artigos relacionados

Últimas

Coronavírus | Sequenciamento de genes, CRISPR e biologia genética usados no combate ao surto

Chineses fabricam o agente de deteção de ácido nucleico para o novo coronavírus na fábrica da Jiangsu Bioperfectus Technologies Co., Ltd. […]

Últimas

Regionalização é aprovada pelo país e rejeitada por Lisboa

Uma sondagem da Pitagórica atribui a vitória ao “sim” num eventual referendo sobre a regionalização: 51% a favor e 39% contra. […]

Internacional

Microbes living in plant roots fight off fungal infection, cutting need for pesticides, study shows

[Fonte: GLP] Micro-organisms living inside plant roots team up to boost the plant’s growth and tolerance to stress. […]