CDS desafia ministro da Agricultura a dizer se concorda com fim da carne de vaca nas cantinas de Coimbra

CDS desafia ministro da Agricultura a dizer se concorda com fim da carne de vaca nas cantinas de Coimbra

O CDS-PP desafiou hoje o ministro da Agricultura a dizer se concorda com o elogio do seu colega do Ambiente à decisão da Universidade de Coimbra de retirar a carne de vaca dos menus das suas cantinas.

Em declarações à agência Lusa, a deputada Patrícia Fonseca, eleita e de novo candidata do CDS por Santarém, afirmou que a decisão do reitor, anunciada na terça-feira, é “um atentado à liberdade de escolha e ao mundo rural”.

A parlamentar centrista quer, agora, saber o que pensa o ministro da Agricultura, Capoulas Santos, das declarações do ministro do Ambiente, João Matos Fernandes.

“O nosso desafio ao ministro da Agricultura, que supostamente deve defender o setor que tutela, é saber qual a sua posição” sobre as declarações de Matos Fernandes que, na quarta-feira considerou ser relevante que uma universidade como a de Coimbra “tudo faça” com o objetivo de ser neutra em carbono.

Patrícia Fonseca lembrou que Matos Fernandes, quando apresentou o roteiro da neutralidade carbónica, quis “reduzir a produção pecuária fortemente”.

Na terça-feira o reitor da Universidade de Coimbra anunciou que vai eliminar o consumo de carne de vaca nas cantinas universitárias a partir de janeiro de 2020, por razões ambientais.

Segundo o reitor da universidade, Amílcar Falcão, a eliminação do consumo de carne nas cantinas universitárias será o primeiro passo para, até 2030, Coimbra se tornar “a primeira universidade portuguesa neutra em carbono”.

A carne de vaca será substituída “por outros nutrientes que irão ser estudados, mas que será também uma forma de diminuir aquela que é a fonte de maior produção de CO2 que existe ao nível da produção de carne animal”.

Por ano, cerca de 20 toneladas de carne de vaca são consumidas nas 14 cantinas universitárias da Universidade de Coimbra.

O artigo foi publicado originalmente em SAPO 24.

Comente este artigo
Anterior Wild wheat genetics offer climate hope for food crops
Próximo Tomato Jumping Genes Could Help Speed-breed Drought Resistant Crops

Artigos relacionados

Nacional

Montalegre: plano municipal de combate à vespa velutina já fez 13 mil capturas

A Câmara Municipal de Montalegre elaborou um Plano Municipal de Combate à Vespa Velutina, também conhecida por vespa asiática. Este ano de 2019 fez seis monitorizações onde foram capturadas 3.990 vespas velutina e 9.013 vespas crabro, […]

Nacional

“Se agora é tudo negociado, de maio para a frente ainda será mais”

Ricardo Serrão Santos, deputado açoriano, eleito pelo Partido Socialista, está a terminar o mandato no Parlamento Europeu. Elege a exceção às obrigações de desembarque do goraz como uma das suas vitórias a favor dos Açores e vê […]

Últimas

O que se faz para prevenir incêndios? Investigador diz que Portugal “tem uma cara diferente” na limpeza das áreas

O cientista, que tem acompanhado a problemática nacional desde os incêndios de 2017, nota que “há muito mais limpeza junto das casas e das vias junto da floresta” […]