Canadianos estão a produzir canábis medicinal na Herdade do Esporão

Canadianos estão a produzir canábis medicinal na Herdade do Esporão

[Fonte: O Jornal Económico] Neste novo local de cultivo no Alentejo, conhecido pela produção de vinho, serão realizados o crescimento, a colheita e a secagem de materiais de canábis medicinal. A plantação foi realizada com sucesso em julho e a colheita está prevista para o outono.

A Tilray, empresa canadiana, anunciou que alcançou um acordo para produzir canábis medicinal na Herdade do Esporão, em Reguengos de Monsaraz, distrito de Évora.

O acordo prevê o arrendamento de um terreno de 20 hectares nesta herdade conhecida pela produção de vinho. Em Cantanhede, distrito de Coimbra, a Tilray detém cinco hectares de cultivo interior e exterior e 6.500 metros quadrados de área de produção, processamento e pesquisa.

A Tilray efetua pesquisa, cultivo, produção e distribuição de canábis medicinal, e inaugurou a sua unidade de produção em Cantanhede este ano.

“O Esporão fornecerá no local suporte operacional e técnico a uma equipa de especialistas da Tilray, incluindo horticultores, produtores e gestores de qualidade”, segundo a nota divulgada esta quarta-feira.

Neste novo local de cultivo serão realizados o crescimento, a colheita e a secagem de materiais de canábis medicinal que depois serão transportados para Cantanhede para processamento, produção e distribuição em toda a Europa e outros mercados internacionais. A plantação neste novo local de cultivo ao ar livre foi realizada com sucesso em julho e a colheita está prevista para o outono.

“Estamos orgulhosos por expandir a nossa capacidade de produzir produtos médicos de canábis de alta qualidade na Europa, usando métodos inovadores de cultivo ao ar livre”, disse Sascha Mielcarek, diretor da Tilray para a Europa, no comunicado.

A unidade de produção da Tilray em Portugal é uma unidade de produção multifacetada que inclui locais de cultivo no interior em estufa e ao ar livre, bem como laboratórios de controlo da qualidade, locais de processamento, embalamento e distribuição de canábis medicinal e produtos médicos derivados de canabinóides.

Em maio de 2019, a Tilray Portugal recebeu a sua licença de fabricação e certificação inicial de GMP, permitindo que a empresa fabricasse e exportasse canábis seca com certificação GMP como substância ativa para produtos médicos. Até hoje, a Tilray investiu aproximadamente 20 milhões de euros nestas instalações.

Comente este artigo
Anterior Movimento cívico Iniciativa Pró-Montado Alentejo defende uso da floresta autóctone no combate às alterações climáticas
Próximo Sharing seeds could help farmers grow better food

Artigos relacionados

Dossiers

Webinar: Apresentação de Ferramentas Tecnológicas, Reformas e Investimentos dirigidos ao sector Florestal – 25 de março

A RNAE – Associação das Agências de Energia e Ambiente (Rede Nacional) é um dos parceiros do projeto de cooperação territorial transfronteiriça GEFRECON, GEstão FloREstal CONjunta […]

Nacional

Serviços empregam maioria dos trabalhadores em Portugal

De acordo com o relatório publicado no dia em que se assinala o Dia Mundial da População, os dados referentes a 2019 da distribuição dos trabalhadores portugueses pelos diferentes setores confirmam a afirmação crescente do setor dos serviços, […]

Cotações ES

Las bajadas en los precios de los corderos se toman un respiro

La semana finalizó con repeticiones en los precios de los corderos, pese a que los descensos fueron la tónica general seguida a lo largo de la semana en la mayoría de lonjas y mercados nacionales. […]