Campanha nacional quer alargar momentos de consumo de vinho do Porto

Campanha nacional quer alargar momentos de consumo de vinho do Porto

O Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP) anunciou hoje o lançamento da campanha nacional #ondelevasoteuporto que pretende alargar os momentos de consumo de vinho do Porto e atingir os consumidores mais jovens.

“O vinho do Porto é um dos mais destacados ex libris de Portugal, um dos grandes vinhos do mundo, mas continua a ser muito pouco consumido entre os portugueses, pois, na verdade, está associado a momentos de maior tradição”, afirmou, em comunicado, Gilberto Igrejas, presidente do IVDP.

O responsável disse que “os ícones sempre presentes, sempre disponíveis, são menos valorizados”, considerando ser o “caso do Vinho do Porto, uma pérola ainda por explorar entre as gerações mais novas, que preferem outras bebidas e deixam o vinho do Porto para ocasiões especiais”.

O IVDP pretende utilizar uma “nova linguagem” na comunicação do vinho do Porto e, para esse fim, vai lançar a campanha nacional de comunicação #ondelevasoteuporto, que vai decorrer em várias plataformas, como televisão, imprensa, Google e Facebook e múpis e que contará, igualmente, com a participação de ‘influencers’.

Com esta ação, o IVDP quer alargar os “momentos de consumo de vinho do Porto atingindo os consumidores mais jovens – os jovens adultos que frequentam ambientes mais cosmopolitas e descontraídos – e aumentar a procura, ao mostrar a extensa variedade de tipos e categorias de vinho do Porto, cortando amarras com a tradição do seu consumo exclusivo em momentos solenes”.

Pretende-se, segundo o comunicado, “conseguir novos hábitos que democratizem o seu consumo, ampliando o reconhecimento e a notoriedade da marca junto do consumidor, reforçando a competitividade”.

A campanha está definida para um ‘target’ entre os 25 e os 40 anos e aposta numa abordagem digital, com filmes e ‘posts’ em redes sociais.

O objetivo é ainda “fidelizar e aumentar a frequência de consumo dos consumidores tradicionais, alcançar novos consumidores e criar ocasiões de consumo, não esquecendo de fortalecer as existentes”.

“Esta é uma campanha que pretende provocar emoções, sentimentos e criar uma relação sólida e duradoura com o seu público”, referiu Gilberto Igrejas.

Segundo dados do instituto, entre janeiro e setembro, foram vendidas 4,8 milhões de caixas de nove litros de vinho do Porto, menos 10,7% do que em igual período do ano passado. O volume de negócios rondou os 215 milhões de euros, menos 14,1% do que em 2019.

O IVDP tem como missão certificar, controlar, proteger e promover as Denominações de Origem Porto e Douro e Indicação Geográfica Duriense em Portugal e no mundo.

O instituto anunciou também hoje que celebrou protocolos com os municípios de Vila Nova de Foz Côa e da Mêda, tendo como objeto principal o atendimento aos viticultores e empresas das áreas geográficas desses concelhos.

Pretende-se estabelecer “ações de proximidade junto dos cidadãos e agentes económicos” da Região Demarcada do Douro.

No âmbito destes acordos de colaboração, IVDP vai “capacitar e reconhecer os colaboradores indicados através de ações de formação na receção da documentação diversa, consulta, impressão de documentos e atendimentos aos agentes económicos da região, como viticultores e empresas.

Por sua vez, os municípios irão disponibilizar “meios e recursos para o atendimento aos agentes económicos e garantir a entrega no IVDP dos originais dos processos resultantes do atendimento, no prazo de 10 dias úteis após receção nos serviços do município”.

Comente este artigo
Anterior Plantação do Pinhal do Rei fica concluída até final de 2023
Próximo AgroVida dezembro

Artigos relacionados

Últimas

Live: Boas Práticas na Preparação das Caldas e Uso dos Equipamentos de Aplicação em Tomate

Este Webinar contou com a presença do Professor Doutor Marcelo da Costa Ferreira, do Núcleo de Estudo e Desenvolvimento Técnico de Aplicação, da Universidade Estadual […]

LIVE

Live: O impacto da redução de aplicação de produtos fitofarmacêuticos na produção vegetal

Na origem do estudo, está a preocupação da Anipla com a intenção assumida pela União Europeia no quadro da Estratégia para a Biodiversidade, apresentada no Pacto […]

Últimas

Workshop Regional: Vinha, Olival e Frutos Secos – Grupos Operacionais – 3 de julho – Vila Real

No dia 3 de julho realiza-se um workshop regional de inovação na agricultura, em Vila Real, subordinado às fileiras da vinha, […]