Câmara Municipal de Alcácer do Sal critica passividade do Ministério do Ambiente

Câmara Municipal de Alcácer do Sal critica passividade do Ministério do Ambiente

[Fonte: Câmara Municipal de Alcácer do Sal]

Em busca de alternativas em períodos de seca

O presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença remeteu uma missiva ao Ministro do Ambiente e Transição Energética, João Matos Fernandes a reclamar uma audiência destinada a tratar soluções alternativas para mitigar as consequências dos períodos de seca que afetam a bacia hidrográfica do rio Sado.

No documento, Vítor Proença recorda a realização de uma reunião a 6 de abril do ano passado, na qual ambos participaram, assim como representantes dos principais organismos de agricultores do Vale do Sado e da qual se concluiu que seria criado um grupo de trabalho coordenado pela APA – Agência Portuguesa do Ambiente, “cuja missão seria tratar das questões relacionadas com o estudo das soluções para atenuar os períodos de seca que atingem a bacia hidrográfica do rio Sado, particularmente a zona beneficiada pela obra de rega do Vale do Sado” que, em 2018, esteve em risco de não ter produções agrícolas, tão severo foi o período de seca. Desde então, o município tentou várias vezes contactar a APA, sem nunca obter qualquer resposta.

“Inacreditável o desprezo com que o município de Alcácer do Sal, a Associação de Beneficiários do Vale do Sado, a APARROZ, a Associação de Agricultores de Alcácer do Sal, a SOPROSADO e os agricultores têm sido tratados. (…) Se é verdade que em 6 de abril saímos da reunião com alguma expetativa, hoje saboreamos um grande descontentamento”, refere o autarca no ofício, exigindo ao Ministro do Ambiente nova audiência, até porque a próxima campanha de arroz não tarda e o concelho de Alcácer representa 30 por cento da produção nacional, pelo que urge encontrar opções viáveis perante as alterações climatéricas.

Comente este artigo
Anterior IFAP - Informação Estatística - Montantes pagos por distrito em 2016, 2017 e 2018
Próximo CDS questiona Capoulas Santos por declarações contraditórias sobre o Projeto Tejo

About author

Artigos relacionados

Sugeridas

Ministro da Agricultura demonstrou mais uma vez, hoje no parlamento, que não conhece o terreno afetado pelos Incêndios de Outubro e que é um “Urbano”

Hoje em audição na comissão da Agricultura e Mar, o sr. Ministro da Agricultura referiu que só existem pouco mais de 25000 agricultores nas regiões afetadas pelos incêndios. […]

Comunicados

Mercado abastecedor de Faro reforça capitais próprios

O Mercado Abastecedor da Região de Faro (MARF) acaba de promover uma operação de recapitalização da sociedade, aproximando desta forma o capital social nominal do seu capital real (capitais próprios).
«O aumento de capital foi integralmente realizado em espécie, por via da conversão de suprimentos, […]

Notícias cadeia alimentar

SIMAB com melhores resultados líquidos de sempre

O Grupo SIMAB encerrou o ano de 2017 com os melhores resultados líquidos de sempre, no valor de 4 966 milhares de euros, representando um aumento de 34 milhares de euros (+0,7%) face a 2016, facto que se verifica pelo segundo ano consecutivo.
O EBITDA, totalizando 11 744 milhares de euros, […]