Bolsa do Porco – Semana 39/2021 – Descida de 0,030€

Bolsa do Porco – Semana 39/2021 – Descida de 0,030€

MERCADO EUROPEU

A Alemanha volta a registar uma forte descida e, mais uma vez, provoca nos países vizinhos um efeito de peixe fora de água, ou seja, por muito que os mercados europeus tentem manter-se à superfície, acaba por lhes faltar o ar e as bolsas vêem-se obrigadas a prolongar as tendências de descida.

Os mercados europeus vivem encurralados entre a PSA da Alemanha e a necessidade de exportar de Espanha e Dinamarca e, neste contexto, surpreende que França esteja a conseguir resistir menos mal com preços neste momento superiores a Espanha, situação absolutamente invulgar.

Vejamos então o que nos indicam as diversas Bolsas europeias para esta semana:

bolsa do porco
Analisando estes valores, segundo equivalências teóricas, teremos em euros/kg peso vivo para a semana 40/2021 (04/10 a 08/10): Espanha 1,11; França 1,13; Alemanha 0,96; Países Baixos 0,95; Bélgica 0,96; Dinamarca 1,06.

Tendência Geral:

A tendência geral dos mercados esbarra autenticamente na grande muralha da China. O preço interno chinês atingiu mínimos pré-PSA, ao passo que os abates chineses atingem recordes mensais desde o final da primavera. Há mais porcos na China, mais carne nacional e mais stocks congelados provenientes das importações do primeiro semestre. Se os abates estão a ser provocados pelo avanço da PSA? É uma hipótese, mas que ninguém consegue garantir com certezas.
O mercado de futuros chinês dá uma indicação que se a China terá de voltar a importar, não será num futuro próximo…

Comente este artigo
Anterior Cabras de uma raça ancestral irlandesa estão a proteger Dublin dos incêndios
Próximo FPAS reúne-se com Confagri e apresenta projetos a Federação

Artigos relacionados

Sugeridas

Esperada produção recorde de 150 mil toneladas de azeite

A apanha da azeitona já começou no Alentejo. A campanha, que começou a 15 de outubro, promete quantidade e qualidade. Este ano é esperada […]

Comunicados

ADVID distinguida com o prémio “Douro + Sustentável”, na categoria VITICULTURA

A ADVID, foi distinguida com o prémio “Douro + Sustentável”, na categoria VITICULTURA, juntamente com a PORVID – Associação Portuguesa […]

Últimas

“Foram retirados os 12 M€ prometidos pela Sr.ª Ministra para cereais e milho. Um grande revés para a produção nacional” – Afonso Bulhão Martins, membro da Anpoc

A ANPOC- Associação Nacional de Produtores de Proteaginosas, Oleaginosas e Cereais e ANPROMI- Associação Nacional dos Produtores de Milho e Sorgo […]