Boletim meteorológico para a agricultura – maio 2019

Boletim meteorológico para a agricultura – maio 2019

[Fonte: IPMA] Maio de 2019 em Portugal continental classificou-se como muito quente em relação à temperatura do ar e extremamente seco em relação à precipitação.

O mês de maio de 2019 o 4º mais quente desde 2000. Nas últimas três décadas os valores médios de temperatura média do ar mantiveram-se sempre acima do valor normal em todo o território. Ocorreu um período excecionalmente quente entre 11 e 15 de maio; entre 12 e 14 registaram-se dias quentes (temperatura máxima ≥ 30 °C) em cerca de 2/3 das estações; dia 13 classificou-se como muito quente (temperatura máxima ≥ 35 °C) em cerca de 20 % das estações; ocorreu um período quente entre 21 e 31 e nos dias 30 e 31 foram ultrapassados os anteriores maiores valores da temperatura máxima do ar nas estações meteorológicas do litoral; e correu uma onda de calor, com início a 22 de maio e que se prolongou até aos primeiros dias de junho a qual abrangeu quase todo o território.

Em relação à quantidade de precipitação, o valor médio mensal corresponde a apenas de 19 % do valor normal mensal, sendo o 6º maio mais seco desde 1931 e o 3º mais seco desde 2000. No final do mês verificou-se, em relação ao final de abril, uma diminuição significativa dos valores de percentagem de água no solo em todo o território, sendo de destacar as regiões do interior Norte e Centro, a região de Vale do Tejo, o Alentejo e o Algarve com valores inferiores a 20% e, em alguns locais, muito próximos do ponto de emurchecimento permanente.

De acordo com o índice PDSI, em relação ao final de abril, verificou-se no final de maio um aumento da área em seca meteorológica e da sua intensidade, sendo de realçar a região Sul nas classes de seca severa a extrema.

→ Consulte aqui o documento ←

Comente este artigo
Anterior Peritos portugueses partilham resultados obtidos nos Focus Group da PEI-AGRI
Próximo Tomate: BASF lança plástico biodegradável que promete melhorar produção

Artigos relacionados

Candidaturas e pagamentos

Governo paga ajudas da PAC aos agricultores

O Ministério da Agricultura procede nesta segunda-feira, 31 de Dezembro, ao pagamento das ajudas aos agricultores, no âmbito dos apoios da Política Agrícola Comum (PAC) da União Europeia, num montante global que ultrapassa os 486 milhões de euros.

Nacional

Governo quer mais privados a investir na floresta

O Governo quer ser um proprietário florestal de referência mas também quer mais privados a investir na floresta. […]

Ofertas

Oferta de emprego – Técnico de Apanha – Viseu

Se gostas de aves, do campo e de gerir pessoas este trabalho é para ti! Vem nos ajudar a liderar e a coordenar equipas de apanha de aves bem como a garantir o bem-estar animal em todo o processo. A nossa equipa precisa de ti! […]