Arranque das medidas aos agricultores afectados pelos incêndios

Arranque das medidas aos agricultores afectados pelos incêndios

O Ministro da Agricultura apresentou hoje em Oliveira do Hospital as novas medidas de apoio aos agricultores afetados pelos incêndios. Capoulas Santos reuniu com os Presidentes das Comunidades Intermunicipais com mais concelhos atingidos pelos incêndios deste verão para explicar de que forma serão aplicadas estas medidas e a quem se destinam. Nesta operação, serão envolvidas as câmaras municipais e as juntas de freguesia que participarão no processo de levantamento e de validação dos prejuízos. O objetivo é acelerar a concessão destes apoios.

Para os pequenos agricultores existirá um apoio do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança e Social para prejuízos até 1.053 euros, que será aberto com um prazo de candidatura de duas a três semanas, para danos com equipamento, máquinas, pequenas construções, animais ou culturas permanentes, como vinha, olival e pomares.

Os agricultores profissionais terão ao dispor medidas de apoio a 100% entre os 1.054 euros e os 5.000 euros, e a 85% num escalão entre 5.000 e 50.000 euros. No escalão entre 50.000 e até um teto de 400.000 o financiamento será de 50% a fundo perdido, mantendo-se neste patamar o valor máximo do apoio para situações de perdas superiores. O período de candidatura para estes agricultores irá estar aberto durante cerca de um mês.

Os apoios no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR2020) serão abrangidos pela operação 6.2.2 (de Restabelecimento do Potencial Produtivo), destinada à reconstituição ou reposição das condições de produção das explorações agrícolas afetadas por calamidades naturais, acidentes climáticos adversos ou eventos catastróficos.

Estes apoios destinam-se aos agricultores afetados pelos incêndios que ocorreram em julho, agosto, setembro e outubro.

Comente este artigo
Anterior IV Gama Hortofrutícola em Portugal
Próximo Cambio climático y economía circular: un desafío sostenible para Europa

Artigos relacionados

Últimas

Aicep publica ficha sobre estabelecimento de empresas no Japão

[Fonte: Agricultura e Mar]
A Aicep – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal acaba de publicar o documento “Japão – Estabelecimento de Empresas” (Março 2017), no qual disponibiliza informação sobre o quadro legal de diversas áreas relevantes para o investimento estrangeiro (ex.: regime jurídico de investimento estrangeiro; […]

Nacional

Chineses vão produzir eletricidade a partir de centrais solares em Angola

[Fonte: Dinheiro Vivo – empresas]
Angola vai receber este ano sete centrais híbridas para produzir eletricidade a partir de gasóleo e da luz solar, num total de 35 MegaWatts (MW), contratando para o efeito um grupo chinês, por 225 milhões de euros. […]

Nacional

CA tem campanha de apoio à agricultura, floresta, mar e agro-indústria até 7 de Abril

[Fonte: Agricultura e Mar]
O Grupo Crédito Agrícola tem em curso uma campanha, até 7 de Abril, destinada ao sector agrícola, florestal, do mar e agro-industrial, da qual fazem parte um conjunto de soluções para a gestão do dia-a-dia, financiamento e protecção.
Entre os produtos da campanha, […]