Argentina já é terceiro maior exportador de uva passa do mundo

Argentina já é terceiro maior exportador de uva passa do mundo

A Argentina está a entrar no pódio dos maiores exportadores globais de uva passa, consolidando-se no terceiro lugar e destacando-se como um dos maiores crescimentos em termos de exportações desse produto, sendo superada apenas pela Turquia, que é o principal exportador mundial com e o Afeganistão. As informações são do Observatório do Vinho Argentino, unidade executora da Argentine Wine Corporation (COVIAR) e administrada pela Bolsa de Valores de Mendoza, que divulgou novos dados sobre as exportações argentinas de uva passa.

A COVIAR é uma organização público-privada que gere e articula as ações necessárias para cumprir os objetivos do Plano Estratégico Argentina Vitivinícola 2020 (PEVI). Ela promove a organização e integração dos atores da cadeia produtiva, a inovação de produtos e processos que aumentem o valor agregado do setor, a fim de conquistar, manter e consolidar os mercados externos, consolidar o mercado interno argentino e alcançar o desenvolvimento sustentado do setor.

A instituição avaliou o facto como uma importante expansão alcançada pela Argentina e um dos objetivos do Plano Estratégico do Vinho 2020, resultado de um crescimento das exportações de 53% em valor e 22% em volume durante o período 2015-2019. Nesse mesmo cenário, o vizinho  Brasil é o principal mercado para as passas produzidas na Argentina e representa 65% das exportações, seguido pela Colômbia e os Estados Unidos com uma diferença significativa com 9% e 7%, respetivamente.

Horizonte promissor

De acordo com Daniel Rada, diretor do Observatório do Vinho Argentino, os resultados são bastante promissores e animadores e, por mais que o país ainda não consiga alcançar os principais mercados do mundo, a notícia é boa. Isso porque, segundo ele, a principal meta argentina é consolidar-se como líder.

“Este crescimento que observamos é, sem dúvida, uma boa notícia para a Argentina, porém também é claro que a especialização num único mercado restringe as possibilidades de expansão. O nosso desafio para continuar a subir como um dos principais exportadores mundiais é chegar aos principais mercados com nossas passas”, disse.

Para a COVIAR, esta meta pode não ser tão complicada de se alcançar, já que as exportações argentinas têm uma grande oportunidade de expansão nos principais mercados do mundo. “A diversificação das exportações dos principais países exportadores de produtos vitivinícolas têm tido uma evolução claramente positiva, ganhando participação no mercado internacional, e é importante que a Argentina cresça neste sentido. Este será um dos objetivos prioritários incluídos na concepção e construção do Plano Estratégico da Vinificação 2030, atualmente em construção”, revela esta instituição.

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior A agricultura como setor prioritário! - Álvaro Amaro
Próximo Oferta de emprego - Técnico Florestal - Engenheiro Florestal - Sul

Artigos relacionados

Últimas

Live: Tecnologia e Sustentabilidade na produção agrícola

Webinar: Tecnologia e Sustentabilidade na produção agrícola […]

Nacional

Mação com telecomunicações limitadas devido ao incêndio

São visíveis ao longo do concelho de Mação os postos de telecomunicações queimados no chão. E os efeitos fazem-se sentir ao nível das comunicação, […]

Sugeridas

Plano estratégico da PAC vai promover desenvolvimento dos territórios rurais – Governo

O Ministério da Agricultura assegurou hoje que o Plano Estratégico da Política Agrícola Comum (PEPAC) vai promover o desenvolvimento dos territórios rurais e garantir o abastecimento […]