Área semeada de arroz reduzida em 10% devido a obras de reabilitação do aproveitamento hidroagrícola do Vale do Sado

Área semeada de arroz reduzida em 10% devido a obras de reabilitação do aproveitamento hidroagrícola do Vale do Sado

As obras de reabilitação do aproveitamento hidroagrícola do Vale do Sado levaram a uma redução de 10% na área semeada de arroz, diz o Instituto Nacional de Estatística (INE), no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Junho de 2020.

“Também no arroz se verificaram atrasos nas sementeiras, em resultado das chuvas de Abril, e que conduziram a cenários diversos nas principais regiões produtoras: no Baixo Mondego, até ao final de Maio foi possível recuperar desse atraso, sendo que os canteiros já se encontram todos semeados; no Ribatejo, ainda faltava semear cerca de 50% da área total prevista (semelhante à campanha anterior); já no Alentejo, o principal constrangimento foram as obras de reabilitação do aproveitamento hidroagrícola do Vale do Sado (previsivelmente apenas durante esta campanha), que interromperam o fornecimento de água a cerca de 3 mil hectares de canteiros de arroz”, refere o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Junho de 2020.

Registo mais baixo dos últimos doze anos

Assim, os técnicos do Instituto Nacional de Estatística estimam que a área de arroz diminua para os 26 mil hectares (-10%, face a 2019, e -12%, face à média do último quinquénio), o registo mais baixo dos últimos doze anos.

O INE acrescenta que a generalidade das sementeiras das culturas de Primavera/Verão tem decorrido com interrupções, essencialmente devido à precipitação de Abril e início de Maio que dificultou a entrada das máquinas nos terrenos.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Brasil desenvolve sistema inovador para tomate biológico
Próximo Lançamento do filme da Agromillora: 25.º Aniversário do Olival em Sebe

Artigos relacionados

Comunicados

Representantes da ADACO, da CNA, da AMAVIM, e da Comissão Inter-Concelhos na audiêcia da DRAPC

Comissão dos afetados pelos incêndios em 2017, vai reunir com DRAPC para saber respostas ao caderno de reclamações, entregue no dia 28 de Novembro
Até hoje, […]

Últimas

Próxima corrida ao solar poderá ser nas barragens e auto-estradas

O secretário de Estado da Energia revelou que o Governo está a avaliar introduzir uma nova modalidade nos próximos leilões solares que permitirá […]

Nacional

Governo quer cobrar IMI mais elevado em terrenos sem uso

O Governo estabeleceu um novo método de avaliação de terrenos e cálculo do IMI, que deverá entrar em vigor já no próximo ano. […]