Arco de Proteção (“Arco de Santo António”), é obrigatório em todos os tratores sem cabine?

Arco de Proteção (“Arco de Santo António”), é obrigatório em todos os tratores sem cabine?

Desde o dia 8 de janeiro de 2021, passou a ser obrigatório circular com arco de segurança erguido e em posição de serviço.

Entre as principais alterações está a obrigatoriedade de instalação e utilização de arcos de proteção, chamados de “arcos de Santo António”, em tratores, máquinas agrícolas ou florestais e industriais, desde que homologados com esta estrutura, ficando o seu incumprimento sujeito a uma coima de 120 a 600 euros.

A Lei prevê que devem dispor de um arco de segurança tratores agrícolas homologados com este dispositivo, o que abrange todos os tratores matriculados após 1 de janeiro de 1994 e também alguns tratores com registo anterior a essa data.

A obrigatoriedade de dispor de uma estrutura de proteção é determinada pela homologação.

Sempre que os tratores e outras máquinas agrícolas tenham sido homologados com dispositivo de segurança, como estruturas de proteção, cinto e pirilampo é obrigatória a presença e utilização destes elementos.

Essa obrigatoriedade não abrange só a circulação em via publica, mas também a condução e operação aquando em efetivo trabalho nas explorações agrícolas. Sempre que o trator se desloque, em estrada ou nas explorações, é obrigatório circular com o arco em posição ativa.

Leia aqui o Decreto-Lei n.º 102-B/2020 completo.

Perguntas Frequentes:

FAQ: O Arco de Proteção – “Arco de Santo António” – É obrigatório em todos os tratores sem cabine?

Resposta: Não. Só nos tratores que são homologados com essa estrutura, é obrigatória a presença e utilização deste elemento.

FAQ: Só é necessário utilizar o arco na via publica?

Resposta: Essa obrigatoriedade não abrange só a circulação em via publica, é sempre que o trator se desloque, em estrada ou nas explorações, é obrigatório circular com o arco em posição ativa.

FAQ: O que é necessário para a homologações de dispositivos mecânicos ou de segurança de tratores?

Resposta: Para homologações de dispositivos mecânicos ou de segurança de tratores, nomeadamente arcos de segurança são necessários os seguintes pontos:

  • Desenhos técnico mecânico EN / ISO com tolerâncias e conforme normas de construção;
  • Esquema de montagem do arco;
  • Dossier técnico com a descrição do arco;
  • Analise de riscos / Segurança máquinas;
  • Ensaios de resistência;
  • Lista de modelos de tratores para os quais o arco pode ser aplicado;
  • Certificado de fabrico do arco de segurança ROPS;
  • Tratar com entidades competentes / Obtenção da homologação;
  • Chapa de Homologação.

O artigo foi publicado originalmente em Tratores Ibéricos Lda.

Comente este artigo
Anterior ICNF intensifica fiscalização para evitar apanha noturna de azeitona no Alentejo
Próximo CNA alerta para “enorme aumento” dos preços dos fatores de produção

Artigos relacionados

Eventos

Debate online: “Floresta e Incêndios: Por outras políticas agro-florestais!” – 7 de agosto

A CNA – Confederação Nacional da Agricultura promove no dia 7 de Agosto (sexta-feira), às 15 horas, mais um debate online, desta vez com o tema “Floresta e Incêndios: Por outras políticas […]

Dossiers

Portugal com 7.ª superfície de pomares da UE em 2017 e 3.ª de pereiras

Portugal tinha, em 2017, a sétima maior superfície de pomares da União Europeia (UE), com mais de 38 mil hectares, a terceira maior de pereiras e a quarta de árvores de citrinos, […]

Dossiers

Webinar FNA: Agricultura não Para – Programas de Apoio à Agricultura – 7 de junho

Inserida no programa da Feira Nacional da Agricultura, este ano a Conferência promovida pela CAP e pela OCC terá a sua 11ª edição, e, por força das circunstâncias, será realizada em formato […]