APROLEP – 10 anos a defender o leite português

APROLEP – 10 anos a defender o leite português

A APROLEP, Associação dos Produtores de Leite de Portugal organiza um almoço-debate em Vila Seca, Barcelos, no dia em que assinala 10 anos de intensa atividade. Fundada em 4 de Março de 2010, a APROLEP nasceu com o objetivo de “lutar de forma consistente e organizada por um preço justo para o leite português”.

Após o almoço decorrerá um debate com dois temas importantes: “O Futuro da PAC e a produção de Leite”, pelo Eng Eduardo Diniz, Diretor do Gabinete de Planeamento e Políticas do Ministério da Agricultura. Estamos numa fase crucial da negociação do orçamento comunitário e da definição das políticas para os próximos anos e é importante que os agricultores e produtores de leite sejam informados e escutados, de modo a participar nas decisões que vão condicionar a sua atividade. Os agricultores venceram o desafio de abastecer a Europa com segurança alimentar e podem também dar um contributo positivo para os atuais desafios, nomeadamente as alterações climáticas, através da redução de emissões de metano e sequestro de carbono no, através do aumento progressivo da matéria orgânica e do desenvolvimento da agricultura de precisão. A água, fundamental para a agricultura, também tem de ser usada com as mais modernas técnicas e tecnologias de rega. Para abordar o tema “Economia de água na rega do milho”, estará presente o Engº Marco Malta da Magos Irrrigation Systems.

Neste dia de aniversário será também distribuída mais uma edição da Revista “Produtores de Leite”, editada pela APROLEP. Segundo Jorge Oliveira, Presidente da Associação, “É tempo de agradecer a todos os que ajudaram a APROLEP a nascer e crescer. Agradecer aos que estiveram connosco nas vacarias e na rua, à porta dos supermercados, da indústria e do poder político. Aos políticos que nos receberam e defenderam os nossos interesses. Agradecer aos voluntários que trabalharam e às empresas que patrocinam as nossas atividades. Não podemos parar. O preço do leite mantém-se abaixo da média comunitária e dos custos de produção. O leite é atacado como alimento, as vacas são atacadas por causa do ambiente e nós somos acusados de maltratar as vacas, tudo isto com base em informação distorcida”. Sob o slogan “Juntos somos mais fortes” os produtores de leite lutam “pelo futuro do leite português”, associados aos agricultores de toda a Europa, através do European Milk Board – Conselho Europeu do Leite.

Comente este artigo
Anterior “O desafio passa por fazer uma intensificação sustentável e tornar o sistema resiliente”
Próximo Oferta de emprego - Engenheiro Agrónomo ou Florestal - Lisboa

Artigos relacionados

Dossiers

Mau tempo em Mogadouro: apoios do Estado “são migalhas”, diz PSD

Os apoios de 15 euros por hectare dados pelo Governo e pelo município para fazer face aos prejuízos causados nas vinhas pelo mau tempo de sábado são “migalhas”, […]

Últimas

Eng. Florestal

Formação: Eng. Florestal
 
Período de trabalho: 9 meses
 
Funções:
Apoio à Gestão de Produto e à gestão de Auditorias de Sistemas Florestais, […]

Notícias florestas

Resineiros fazem Vigilância e Defesa Contra Incêndios Florestais

No dia 29 de Maio, procedeu-se á assinatura de um protocolo entre a RESIPINUS – Associação de Destiladores e Exploradores de Resina de Portugal – e o I.C.N.F. – Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, para o apoio financeiro […]