Ambientalistas querem proteção legal para espécies ameaçadas

Ambientalistas querem proteção legal para espécies ameaçadas

Sociedade Portuguesa de Botânica e Zero apelam à criação de um Cadastro Nacional dos Valores Naturais Classificados, com multas até 5 milhões de euros para quem puser em risco as espécies ameaçadas.

Em Portugal há 381 plantas que estão neste momento ameaçadas, mas apenas 17% delas beneficiam de alguma forma de proteção legal. O alerta foi deixado no Dia Nacional da Conservação da Natureza, que se comemora esta quarta-feira, 28 de julho, pela Sociedade Portuguesa de Botânica e pela Zero – Associação Sistema Terrestre Sustentável, com base nas 630 plantas avaliadas pela Lista Vermelha da Flora.

Este documento científico, publicado em outubro de 2020, avalia o risco de extinção das espécies com base nos critérios da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) e que disponibiliza informação atualizada sobre a distribuição, a tendência populacional e as ameaças à conservação das plantas.

“De entre as pressões e ameaças mais significativas sobre a flora ameaçada destacam-se o desenvolvimento urbano, turístico e industrial e a construção de infraestruturas, a atividade agrícola intensiva em larga escala e a expansão de espécies exóticas invasoras”, refere a SPB e a Zero.

Tendo em conta este cenário de falta de proteção às espécies ameaçadas, as duas organizações apelam à criação urgente de um Cadastro Nacional dos Valores Naturais Classificados, com o objetivo de impedir a extinção das espécies ameaçadas. Uma “ferramenta legal decisiva” que, dizem, devia estar […]

Continue a ler este artigo no ECO.

Comente este artigo
Anterior Gado charolês destaca-se na ilha do Pico
Próximo Incêndios: Mais de 100 operacionais e três meios aéreos combatem fogo em Elvas

Artigos relacionados

Internacional

Presidente angolano autoriza contratação emergencial para aquisição de bens agrícolas

O Presidente angolano autorizou a contratação emergencial para a aquisição de insumos agrícolas, com vista ao fomento e apoio à agricultura familiar, setor […]

Últimas

IV Gala Viva frutas e Legumes de Portugal – 16 Novembro 2017 – CNEMA,Santarém

O COTHN (Centro Operativo Tecnológico Hortofrutícola Nacional) irá realizar no próximo dia 16 de Novembro a IV Gala Viva “Frutas e Legumes de Portugal”, […]

Nacional

Veterinários satisfeitos com cessação da transferência de competências de saúde animal

O parlamento aprovou na sexta-feira, por maioria, a cessação de vigência do decreto-lei relativo à transferência de competências para os órgãos municipais nos domínios da proteção e saúde animal e da segurança dos alimentos, […]