Alltech lança modelo FEEDS EA™ para ajudar produtores pecuários a medir e reduzir a pegada de carbono

Alltech lança modelo FEEDS EA™ para ajudar produtores pecuários a medir e reduzir a pegada de carbono

Alinhada com a necessidade de soluções e ingredientes mais sustentáveis para a agricultura e a pecuária, a Alltech E-CO2 desenvolveu o modelo Feeds EATM para ajudar os produtores pecuários e os fabricantes de rações e a medir e a reduzir a pegada de carbono. O Feeds EATM mede o impacto da produção das rações desde o campo até à fábrica, avaliando a pegada de carbono de cada ingrediente e das misturas.

A medição é realizada calculando as emissões de gases com efeito de estufa resultantes da produção das matérias-primas no campo, da transformação na indústria e do uso da energia e dos transportes necessários ao processo de fabrico das rações. O Feeds EATM calcula as emissões a partir de uma base de dados de mais de 300 ingredientes, incluindo matérias-primas, produtos de soja, subprodutos e aditivos.

“Otimizando a sustentabilidade da produção de rações proporcionamos grandes oportunidades a toda a cadeia de abastecimento”, afirmou Ben Braou, diretor geral de negócios da Alltech E-C02, empresa do grupo Alltech. “Utilizando o Feeds EATM, os fabricantes de rações conseguem melhorar ainda mais a sua gama de produtos e a certificação de sustentabilidade dos seus negócios, fornecendo rações com menor impacto no meio ambiente”.

As rações podem contribuir com até 80% da pegada de carbono de uma exploração agropecuária, tendo em conta as emissões diretas da produção, assim como o transporte das rações e as emissões indiretas que provêm do impacto da ingestão das rações pelos animais. Porém, o impacto real depende da espécie e do sistema de produção.

O modelo Feeds EA™ permite otimizar a ração, demonstrando como as alterações na sua formulação podem reduzir a pegada de carbono. Alguns ingredientes contêm uma maior carga de carbono do que outros, pelo que a substituição de ingredientes específicos por outros alternativos, mais sustentáveis, pode ter repercussões relevantes.

“Na Alltech E-CO2 trabalhamos com as fábricas de rações e com os produtores para registar os dados das emissões específicas das rações e aplicá-los no âmbito da exploração através da nossa avaliação certificada”, explicou Braou. “O que aumenta de forma notável a precisão e a oportunidade de medir e mitigar a pegada de carbono ao longo da cadeia alimentar e das rações”.

O modelo Feeds EA™ ajuda os fabricantes de rações a produzir e comercializar rações mais sustentáveis e, dessa forma, permite aos produtores pecuários escolher uma alimentação animal com menor impacto no meio ambiente. Isto é particularmente relevante em mercados focados na proteção do meio ambiente, onde os preços na origem têm em conta a métrica da sustentabilidade.

Os fabricantes de rações ou aos produtores pecuários que usem o modelo Feeds EA™ têm acesso a informação resumida dos cálculos da pegada de carbono das rações, o que lhes permite comparar entre diferentes compostos ou misturas. O relatório inclui a quantidade de ingredientes contidos nas rações, a percentagem de cada ingrediente contido na ração, a respetiva pegada de carbono em percentagem e a percentagem de quilos de CO2 por tonelada, que derivam da desagregação das emissões geradas pelas rações nas diferentes categorias analisadas.

Para mais informações, consulte alltech-e-co2.com

Comente este artigo
Anterior Gripe aviária | Como pode o CRISPR salvar as aves?
Próximo Chuvas no Alentejo: Barragem do Alqueva a 4 metros da sua cota máxima

Artigos relacionados

Blogs

Visita da OIV valoriza investigação de 40 anos desenvolvida no ISA

No dia 6 de Maio de 2021, o Diretor-Geral da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), Pau Roca, foi recebido no Pólo Experimental de […]

Eventos

Workshop: “Boas práticas agrícolas para a biodiversidade no contexto das alterações climáticas” – 21 de outubro – Santarém

A gestão cuidada do ecossistema com o objetivo de manter ou melhorar a biodiversidade, pode conduzir a um aumento da sustentabilidade da produção agrícola […]

Nacional

Renascimento da Guarda Florestal fundamental para combater e investigar incêndios

O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, afirmou que o renascimento da Guarda Florestal «é fundamental na dimensão preventiva, na dimensão pedagógica e também na […]