AlgaEnergy reforça área da Nutrição

AlgaEnergy reforça área da Nutrição

Actualmente, a AlgaEnergy está empenhada na implementação do seu ambicioso Plano Estratégico, que inclui o desenvolvimento de novas áreas de negócios. A empresa de biotecnologia está assim a direccionar os seus esforços para sectores onde as microalgas têm grande potencial de aplicação, como o sector de alimentos, no qual, graças às propriedades que possuem e à grande riqueza nutricional da biomassa fitoplanctônica, têm uma longa jornada pela frente. Tanto é que a Organização das Nações Unidas para a Alimentação (FAO) recomenda o seu consumo graças ao seu grande valor nutricional, descrevendo as microalgas como o «alimento do milénio».

Para fortalecer e liderar essa área de negócios, a AlgaEnergy anunciou a recente contratação de Raschid Stoffel como director da Área de Alimentos. Stoffel é formado em Farmácia, especializado em Nutrição e Dietética, pela la Universidad Complutense de Madrid, e, posteriormente, concluiu o mestrado em Finanças pelo Instituto de Capital Riesgo e pela Fundación Rafael del Pino. Tem uma vasta experiência no sector de nutrição e biotecnologia, tendo assumido cargos de responsabilidade no campo do desenvolvimento de negócios, bem como em questões de marketing. Ocupou cargos executivos em empresas com grande projecção internacional no Grupo Elayo – como director de Desenvolvimento de Negócios -, AlphaSIP – como director Internacional, liderando planos de vendas e marketing – e Neogen Corporation – liderando o desenvolvimento de negócios da multinacional americana nos mercados suíço, austríaco e do sul da Alemanha. Stoffel também é um perito avaliador da Comissão Europeia, que o contrata para avaliar as propostas de I+D+i apresentadas por PME inovadoras em busca de financiamento.

Neste seu novo cargo, Raschid Stoffel liderará o desafio de consolidar as ambiciosas metas de crescimento da empresa no campo da nutrição. «A sua experiência e profundo conhecimento do sector, adquiridos ao longo da sua carreira, garantem que é a pessoa certa para enfrentar essa nova responsabilidade».

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Carne de vaca em Coimbra: Carta ao Ministro da Agricultura - Henrique Silvestre
Próximo Videovigilância contra fogos alargada a quase toda a Área Metropolitana do Porto

Artigos relacionados

Últimas

Nova Açores é a marca que mais ganha quota de mercado no 1.º trimestre de 2019

A Nova Açores da Unileite é a marca com o maior crescimento de quota de mercado em volume e em valor, […]

Sugeridas

A agricultura pode ter um contributo positivo para a neutralidade carbónica

A Agro.ges, com a coordenação de Francisco Avillez, teve a responsabilidade de elaborar o Relatório Setorial da Agricultura no Roteiro para a Neutralidade Carbónica em 2050, […]

Nacional

Escola Superior Agrária de Ponte de Lima recebe Jornadas de Cunicultura

As X Jornadas de Cunicultura da ASPOC – Associação Portuguesa de Cunicultura e as II Jornadas de Cunicultura da Escola Superior Agrária de Ponte de Lima realizam-se 23 e 24 de Outubro de 2018. […]