Alemães contra agricultura intensiva boicotam fruta de estufas do Alentejo e Algarve

Alemães contra agricultura intensiva boicotam fruta de estufas do Alentejo e Algarve

Na Alemanha, está em marcha uma campanha contra as culturas intensivas do Alentejo e do Algarve.

Friederike Heuer é o rosto da campanha contra as estufas de abacate e frutos vermelhos que, de acordo com o manifesto, consomem a pouca água existente, degradam os solos e exploram os “escravos modernos da Ásia, de África e da Europa de leste”. Apaixonada pelo Alentejo, onde organiza viagens de grupo para turistas alemães, a ativista ficou chocada com o que viu nas últimas férias.

Ilustrado por Joana Mink, o manifesto circula nas redes sociais alemãs e está a ser distribuído, em papel, pelo Centro do Livro de Língua Portuguesa de Frankfurt. O texto fala em 40 mil trabalhadores imigrantes no Alentejo, que vivem em consições desumanas, em espaços coletivos exíguos pelos quais pagam elevadas rendas.

Os promotores do protesto acusam os sucessivos governos portugueses de descurarem as políticas de distribuição pública da água e exortam os consumidores alemães a boicotarem os produtos com origem nas culturas superintensivas do Alentejo e do Algarve. Para breve, está agendada uma nova ação de rua com o apoio dos sindicatos da Região Alemã de Essen.

O movimento alemão de protesto contra as culturas superintensivas do Alentejo coincide com uma série de notícias da imprensa alemã, o último dos quais publicado em Agosto pela Der Spiegel sobre a produção de frutos vermelhos, um negócio que, pelas contas da prestigiada revista, ascende aos 247 milhões de euros por ano.

→ Aceda aqui à reportagem ←

Comente este artigo
Anterior Webinar: Recursos Genéticos Vegetais para a Segurança Alimentar - 23 de setembro
Próximo Agricultura biológica está a crescer nos Açores

Artigos relacionados

Últimas

A “Cabra” e o “Cabrão” estão em risco em Coimbra

“Cabra” é o nome dado à icónica torre do século XVIII do edifício da Universidade de Coimbra e ao sino virado para o Mondego, […]

Últimas

Balança Alimentar Portuguesa – 2020

As disponibilidades alimentares para consumo no período 2016-2020 continuam a evidenciar uma oferta alimentar excessiva e desequilibrada […]

Nacional

Agricultores pedem compensações pelos estragos causados por javalis e outros animais selvagens

Provenientes de alguns Concelhos da Região Centro, delegações lesados por javalis, veados e corças vão concentrar-se amanhã (quarta-feira), a partir das 10h30, […]