Agriloja solidária por Mação

Agriloja solidária por Mação

A Agriloja doou 500 árvores de fruto para serem distribuídas aos habitantes da região de Mação, que perderam as suas culturas de subsistência nos incêndios e que necessitam de um estímulo para começar de novo o seu pomar.

Esta ação realizou-se em parceria com a AmarMação – Associação de Desenvolvimento do Concelho de Mação, que em colaboração com a Câmara Municipal de Mação, já tem identificados os beneficiários que receberão estas árvores.

A entrega das árvores aconteceu nos estaleiros da Municipais de Mação, contando com a presença do Presidente da Câmara Vasco Estrela e os promotores da parceria: Abel Parente e Fernando Monteiro.

 

Comente este artigo
Anterior Cop23 à Bonn Deux ans après la Cop21, l’agriculture toujours aussi mobilisée pour le climat
Próximo GRAND FORMAT. Glyphosate : en Argentine, la mort au bout des récoltes

Artigos relacionados

Comunicados

“As boas práticas compensam”, dizem produtores florestais

[Fonte: Celpa]
Conferência de balanço do Projecto Melhor Eucalipto aconteceu a 5 de Setembrona Agroglobal, em Valada do Ribatejo, e juntou indústria papeleira e actores florestais. 
Painel de debate sobre o Projecto Melhor Eucalipto
Armindo Melo não tem dúvidas: as boas práticas de gestão florestal recomendadas pela indústria papeleira através do Projecto Melhor Eucalipto compensam, […]

Comunicados

Projeto de biotecnologia para desenvolver o crescimento e a multiplicação de plantas vence concurso de ideias do AgriEmpreende

Iniciativa é promovida pelo Agrocluster e pelo InovCluster
3 de dezembro de 2018
Um método que permite produzir plantas de elevado valor acrescentado, a utilização de terrenos marginais para a produção de biomassa e remoção/controlo de espécies invasoras e snacks de fruta desidratada com sabor a Moscatel. […]

UE - Instituições e EM

UE e Mercosul chegam a acordo sobre o comércio

[Fonte: Comissão Europeira]
A União Europeia e o Mercosul chegaram hoje a um acordo político com vista a um acordo comercial ambicioso, equilibrado e abrangente. O novo quadro comercial — que faz parte de um acordo de associação mais vasto entre as duas regiões — irá consolidar uma parceria estratégica ao nível político e económico e criar importantes oportunidades de crescimento sustentável para ambas as partes, […]