Agricultores recorrem à internet

Agricultores recorrem à internet

Plataforma criada por associação de Vila Real dinamiza vendas.

Muitos agricultores com dificuldades em escoar a produção têm-se virado para a internet. Em Vila Real, a associação Growgreen Food disponibilizou uma plataforma que promove as vendas online e há cada vez mais gente a aproveitar para comprar produtos frescos, quase à porta de casa.

Todas as semanas, José Rodrigues vem de Alijó até Vila Real vender espargos.

A pandemia mudou o mercado e acabou por procurar ajuda na internet, onde aderiu à plataforma PromoLocal.

O mesmo fez Francisco Mateus, produtor de cogumelos.

Até à crise provocada pela COVID19 vendia quase tudo para grandes revendedores de Lisboa e do Porto.

Teve de se reinventar, quando as encomendas caíram com o encerramento da restauração.

Com os contactos disponibilizadas online, os agricultores chegam rapidamente aos consumidores, a quem entregam os produtos frescos.

Para aderir à plataforma PromoLocal, os produtores têm apenas de se registar na internet ou ligar para a associação, sem qualquer custo.

O artigo foi publicado originalmente em SIC Notícias.

Comente este artigo
Anterior Urso pardo que andou no Parque Natural de Montesinho filmado na Galiza
Próximo Breve história da produção de leite na mundo

Artigos relacionados

Nacional

Zero critica falta de planeamento sobre ocupação do Perímetro de Rega do Mira

Em causa está o modelo agrícola implementado no PRM, que “implica a utilização de agroquímicos em grande quantidade”, em que uma parte da produção agrícola é […]

Nacional

Biodiversidade para a alimentação e agricultura e serviços ecossistémicos

O Secretariado da Comissão de Recursos Genéticos para Alimentação e Agricultura da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) publicou o estudo “Biodiversidade para a […]

Últimas

Carta da Lusomorango apela a soluções para problemas no Perímetro de Rega do Mira

A organização de produtores (OP) de pequenos frutos Lusomorango enviou hoje, 28 de Maio, a várias entidades, uma carta sobre problemas a nível da «agricultura e desenvolvimento económico no Perímetro de Rega do Mira». […]