Agricultores dispõem-se a ajudar na desinfeção das ruas

Agricultores dispõem-se a ajudar na desinfeção das ruas

Em entrevista ao Fórum TSF, Eduardo Oliveira e Sousa, da Confederação dos Agricultores de Portugal, comentou as medidas do Governo para apoio à Economia.

Os agricultores estão dispostos a pôr as suas máquinas ao serviço da comunidade. O presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) adianta, em entrevista ao Fórum TSF desta quarta-feira que estes equipamentos podem ser usados, por exemplo, para desinfetar as ruas das cidades.

“Os agricultores podem até, com alguns equipamentos específicos, numa situação como a que está a viver-se em Ovar, ser chamados a participar na execução de algumas tarefas de entreajuda. Estou a lembrar-me, por exemplo, da aplicação de produtos de desinfeção que, eventualmente, seja necessário aplicar nas ruas, nos jardins, nos edifícios, na parte exterior dos edifícios em Ovar”, avança à TSF.

Em entrevista ao jornalista Manuel Acácio, Eduardo Oliveira e Sousa comentou as medidas do Governo para apoio à Economia.

Os agricultores querem medidas de exceção e que o setor seja colocado a par da saúde no combate ao novo coronavírus: “Todos temos de comer e, por isso, prevendo-se que venham a ser criadas restrições no âmbito de uma mais que provável declaração do estado de emergência, o setor agrícola vai ter de estar no patamar das exceções ao nível do setor da saúde.”

Eduardo Oliveira e Sousa pediu que seja garantida a alimentação animal: “Os animais, por exemplo, são alimentados com produtos que são fabricados com origem em produtos importados. Portanto, tem de continuar a haver – com a maior normalidade possível – um fluxo das matérias-primas, para poderem ser fabricados os alimentos para os animais, para que não faltem nos circuitos de abastecimento à população a carne, os ovos, o frango, o leite”, remata.

O artigo foi publicado originalmente em TSF.

Comente este artigo
Anterior Medidas de Contenção do Coronavírus Covid-19 em Explorações Suinícolas
Próximo CAP pede “prioridade absoluta” para a agricultura

Artigos relacionados

Últimas

Encontros internacionais apresentam na UAlg avanços científicos sobre os charcos temporários


Triops vicentinus, uma das mais extraordinárias criaturas que vivem nos charcos temporários do PN Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

O […]

Dossiers

Abate de suínos, ovinos, galináceos, patos e coelhos em queda em Agosto de 2020

O peso limpo total de gado abatido e aprovado para consumo em Agosto de 2020 foi 37.688 toneladas, o que correspondeu a um decréscimo de 2,5% (-5,4% em Julho), devido ao menor […]

Últimas

Oferta de emprego – Responsável pela Qualidade – Engenheiro Zootécnico – Barcelos

A MATOSMIX, empresa de referência no setor agroindustrial da produção e comercialização de alimentos compostos para animais, sedeada na região norte de Portugal […]