Adega de Cantanhede cresce 18% nas exportações em 2020

Adega de Cantanhede cresce 18% nas exportações em 2020

A Adega de Cantanhede anunciou hoje ter fechado 2020 com as exportações a crescerem 17,6%, num ano afetado pela redução dos mercados normais.

O ano de 2020, na sequência da pandemia provocada pela covid-19, levou ao “cancelamento de feiras internacionais do setor” e o “acompanhamento dos mercados ‘in loco’ ficou comprometido”, recorda aquela organização do distrito de Coimbra.

Por isso, a Adega de Cantanhede decidiu apostar nas parcerias já existentes, que têm o “foco absoluto na venda ‘online’”, e apostar em concursos internacionais.

O grande volume de exportações reflete-se não só pela reconhecida “relação qualidade preço”, mas também pela participação em vários “concursos internacionais” e pela distinção dos vinhos em revistas internacionais.

A aposta na participação em concursos internacionais resultou em 126 distinções em 2020: a Adega de Cantanhede recebeu “oito grandes medalhas de ouro, 44 medalhas de Ouro e dez pontuações acima dos 90 pontos em revistas internacionais da especialidade”, lê-se em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

Maria Miguel Manão, responsável pela exportação e pelo marketing, refere que com a pandemia “o consumidor deixou de consumir muito fora de casa, mas não deixou de consumir vinho”.

“O setor foi capaz de oferecer soluções ao consumidor para ter acesso ao produto sem isso lhe pesar mais na carteira, ou seja, o consumidor mudou o local de consumo e mudou o canal através do qual ele faz a aquisição do produto”, explicou Maria Miguel Manão à agência Lusa.

Os mercados externos foram liderados pelo Brasil, seguido da Rússia, EUA, França e Inglaterra, um top cinco que no seu conjunto cresceu 22%.

Comente este artigo
Anterior A Brigada de Sapadores Florestais da CIM das Beiras e Serra da Estrela realizou trabalhos de silvicultura preventiva em 220 hectares no ano de 2020
Próximo Ministério Público de Leiria acusa pecuária de crime de poluição

Artigos relacionados

Eventos

Extendido: Debate  sobre a governança comunitária de florestas nos países de língua portuguesa – até 23 de Dezembro 2017

As florestas e sua gestão mudaram substancialmente nos últimos 25 anos. Embora globalmente, a extensão das florestas do mundo continue a diminuir à medida que as populações humanas e a procura de alimentos e terras continuam a crescer, […]

Eventos

Porque é que Portugal continua a arder? – 4 de fevereiro

O que fazer para prevenir o aumento destruidor dos incêndios? Juntam-se neste debate o autor do livro «Os Incêndios Florestais em Portugal», António Bento-Gonçalves, a directora Regional da Conservação da Natureza e Florestas do […]

LIVE

Live: A Certificação florestal FSC® como ferramenta de gestão de áreas públicas

Live: A Certificação florestal FSC® como ferramenta de gestão de áreas públicas […]