Açores reforçam capacidade de armazenamento de água ao sector agrícola na Ilha do Corvo

Açores reforçam capacidade de armazenamento de água ao sector agrícola na Ilha do Corvo

O secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou hoje, 23 de Junho, no Corvo, que a inauguração do reservatório de Entre Cancelas, que vai beneficiar directamente 41 explorações agrícolas, é um investimento que permite reforçar em 100 metros cúbicos a capacidade de armazenamento de água destinada ao sector agrícola naquela ilha, potenciando o seu desenvolvimento.

“Este é mais um investimento que colocamos ao serviço do sector agrícola, no caso particular ao serviço dos agricultores do Corvo. Trata-se de um projecto especial, desde logo, porque foi o primeiro investimento que a IROA fez directamente nesta ilha e que vem contribuir para reforçar a capacidade de armazenamento de água”, referiu João Ponte.

Parceria com a autarquia

No segundo dia da visita estatutária do Governo Regional à Ilha do Corvo, o governante destacou que este investimento constitui “um bom exemplo da parceria” que tem existido com a Câmara Municipal do Corvo no sentido de “juntos construirmos um melhor futuro para o sector agrícola” e proporcionar as infraestruturas agrícolas necessárias ao bom desempenho do sector.

“Este investimento insere-se no conjunto de outros investimentos que o Governo dos Açores está a realizar por toda a Região para dar melhores condições de trabalho aos agricultores, qualificar o sector para os desafios que vamos ter no futuro”, salientou João Ponte, acrescentando que, só na actual legislatura, serão investidos mais 14 milhões de euros em infraestruturas agrícolas do que na legislatura anterior, o que “dá bem nota da aposta que tem sido feita pelo Executivo no sector”.

O secretário Regional da Agricultura e Florestas referiu também que, ao nível da produção de carne nos Açores para exportação, houve, em termos médios, na actual legislatura um crescimento de 18% e, na área da diversificação agrícola, tão importante para substituir importações e reforçar as exportações, houve um crescimento de 30%.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior GNR "levanta" 14 drones para vigiar incêndios florestais
Próximo PSD/Madeira quer produtos alimentares regionais nas escolas, oposição critica demora

Artigos relacionados

Dossiers

Oferta de estágio – Técnico de Qualidade – Engenheiro Agrónomo – Ferreira do Alentejo

A Migdalo, empresa nacional dedicada à produção, transformação e comercialização de amêndoa mediterrânica no Alentejo, pretende admitir […]

Últimas

Portugal Fresh mostra em Madrid o melhor da produção nacional de frutas e legumes

A Portugal Fresh, Associação para a Promoção das Frutas, Legumes e Flores de Portugal, prepara-se para levar 46 empresas e organizações de produtores à […]

Últimas

ADIADO – SIMA – 6 a 10 de novembro – Paris

A organização do SIMA decidiu alterar adiar a próxima edição do evento para 2021, ficando prevista a sua realização entre 21 a 25 de fevereiro de […]