14 milhões para infraestruturas afetadas pelos incêndios

14 milhões para infraestruturas afetadas pelos incêndios

Os sete municípios do Pinhal Interior afetados pelos incêndios que deflagraram em junho, em Góis e Pedrógão Grande, vão contar com uma linha de apoio de 14 milhões de euros para restabelecimento de infraestruturas básicas.
O Programa Centro 2020 abriu ontem um concurso, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), para apoiar a recuperação das infraestruturas básicas municipais afetadas pelos incêndios, que se iniciaram no dia 17 de junho de 2017 na região Centro.
Poderão candidatar-se a este concurso os municípios mais afetados pelos referidos incêndios: Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Góis, Pampilhosa da Serra, Pedrógão Grande, Penela e Sertã.

Levantamento conjunto
da CCDRC e autarquias
De acordo com Ana Abrunhosa, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), “o levantamento dos prejuízos foi feito em conjunto pela CCDRC e pelas autarquias”. “Garante-se, desta forma, o financiamento de todos os prejuízos identificados nos equipamentos e infraestruturas municipais”, garantiu.

Informação completa na edição impressa

Comente este artigo
Anterior Militares a caminho de Proença-a-Nova para vigiar floresta não ardida
Próximo Empreendimento turístico evacuado devido a incêndio florestal em Gondomar

Artigos relacionados

Nacional

Câmara de Proença-a-Nova defende criação de rede europeia de territórios resineiros

[Fonte: Gazeta Rural]

O presidente da Câmara de Proença-a-Nova, João Lobo, defendeu a criação de uma rede europeia de territórios resineiros, como forma de criar uma estratégia comum e colocar o setor na Política Agricola Comum.
“Esta rede europeia tem como missão implementar uma estratégia comum para a resinagem, […]

Nacional

Colóquio “A Economia Circular no Sector Agroalimentar”. Em Lisboa. Entrada livre

[Fonte: Agricultura e Mar]

O Conselho Regional Sul do Colégio de Engenharia Agronómica, em associação com o Conselho Regional Sul do Colégio de Engenharia do Ambiente, realiza no próximo dia 19 de Junho um Colóquio sobre “A Economia Circular no Sector Agroalimentar”, […]

Últimas

Produtores florestais de Proença-a-Nova duvidam da reforma florestal

Proença-a-Nova, Castelo Branco, 07 ago (Lusa) – O presidente da Associação de Produtores Florestais de Proença-a-Nova disse hoje que não acredita na anunciada reforma florestal e adianta que, em 40 anos, já viu muito plano “e nada funcionou”.

Comente este artigo
#wpdevar_comment_6 span,#wpdevar_comment_6 iframe{width:100% !important;} […]