Vespa das galhas do castanheiro. Boticas faz largadas biológicas do insecto parasita

[Fonte: Agricultura e Mar]

O Município de Boticas, através do Gabinete Técnico Florestal, com a colaboração da REFCAST – Associação Portuguesa da Castanha, de forma a garantir o combate eficaz e evitar a propagação da praga de vespa das galhas do castanheiro, realizou na passada quinta-feira, dia 16 de Maio, largadas biológicas do insecto parasita “Torymus Sinensis”, nas freguesias de Ardãos e Bobadela, Sapiãos e Boticas e Granja.

Explica fonte institucional da autarquia que este insecto alimenta-se de larvas de vespa alojadas nos castanheiros, destruindo-as por completo, o que previne o alastramento da praga a zonas não infectadas, para além de que este tipo de intervenções não têm qualquer tipo de impacto em termos ambientais na biodiversidade local, uma vez que este parasita apenas ataca as larvas de vespa do castanheiro, preservando a vida das abelhas e outros insectos.

Autarquia atenta à evolução da praga

O presidente da Câmara, Fernando Queiroga, referiu que “apesar de não existir um grande número de soutos no concelho, a autarquia mantêm-se atenta à evolução desta praga e, à semelhança do que aconteceu no ano passado, está a tomar medidas adequadas ao combate da vespa das galhas do castanheiro”.

Durante esta semana estão previstas mais largadas do insecto “Torymus Sinensis” noutras freguesias do concelho de Boticas.

Saiba mais sobre a vespa das galhas do castanheiro aqui.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo Vespa das galhas do castanheiro. Boticas faz largadas biológicas do insecto parasita foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Anterior Rangel meteu os sapatos pretos na “floresta negra” e viu “tudo ao abandono”
Próximo Realidade aumentada chega à agricultura para melhorar produção

Artigos relacionados

Últimas

Lidl contribui com 9 mil milhões de euros em 5 anos para a economia nacional

[Fonte: Dinheiro Vivo – empresas]
O Lidl contribuiu com mais de 9 mil milhões de euros para a economia portuguesa, tendo criado mais de 46 mil postos de trabalho, nos últimos cinco anos em Portugal, de acordo com um estudo levado a cabo pela KPMG que analisou o impacto da cadeia de retalho alemã […]

Nacional

Despovoamento e desemprego continuam por resolver na região

[Fonte: Açoriano Oriental]

O despovoamento e a falta de investimentos que promovam o emprego destacam-se entre os problemas por resolver em Pedrógão Grande e concelhos vizinhos, dois anos após o incêndio de 17 de junho de 2017.

“Ainda há muito por fazer”, […]

Nacional

Portugal deve avançar com “conservação efetiva da biodiversidade”, diz SPEA

[Fonte: Açoriano Oriental]
Portugal deve avançar “na conservação efetiva da biodiversidade em todo o território nacional”, aproveitando o processo iniciado pela Comissão Europeia, defendeu esta sexta feira a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA).

A Comissão Europeia anunciou na quinta-feira que iniciou um processo de infração contra Portugal, […]