Turismo de Portugal aprova candidatura de Ponte de Lima para promoção do vinho Loureiro

[Fonte: Agricultura e Mar]

O Município de Ponte de Lima viu recentemente aprovada a candidatura “Loureiro do Vale do Lima – um vinho, um território, um destino” apresentada à Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior, no valor de investimento total de cerca de 209 mil euros, com uma comparticipação de 118.895 euros.

Este projecto, apresentado pelo Município de Ponte de lima enquanto promotor e beneficiário das actividades a implementar, assume-se como um projecto de dimensão supra-municipal, tendo como objectivo principal o incremento do enoturismo através do desenvolvimento de um conjunto alargado de acções de promoção e marketing do vinho verde.

Casta Loureiro

Diz a autarquia que estas acções são centradas especificamente na Casta Loureiro destacando-se, por esta via, a sua qualidade e nobreza enquanto produto patrimonial e identitário da região do Vale do Lima, que integra os concelhos de Ponte de Lima, Ponte da Barca, Arcos de Valdevez e Viana do Castelo, apostando numa marca territorial de grande valor.

“Pretende-se, desta forma, dar um importante contributo para um caminho que recentemente se começou a trilhar, num trabalho conjunto e em consenso com os vários actores do sector/players, que acreditamos poderá trazer grandes vantagens ao território em causa nomeadamente no reforço da sua identidade e atractividade”, acrescenta a mesma fonte da Câmara de Ponte de Lima.

Promoção de destinos turísticos

A promoção de destinos turísticos associados ao vinho e à vinha, enquanto produtos endógenos de grande relevância a valorizar e enquanto contributo para o desenvolvimento e afirmação económica da região, passa também pela associação e identidade de uma determinada casta ao seu território de origem, sendo um elemento identitário e uma marca indissociável a esse mesmo destino, salienta a autarquia.

Sendo o Vinho Verde um produto estratégico em termos económicos, ou seja um recurso específico a valorizar, “pretende-se acrescentar ao propósito anterior e numa estratégia já consensualizada entre os vários actores locais, nomeadamente os produtores, a associação natural e imediata da Casta Loureiro ao Vale do Lima. Terroir, palavra de origem francesa, sem tradução para outros idiomas, está sempre presente quando se fala em bons vinhos sendo essa a concepção a adoptar nesta estratégia”, acrescenta a mesma fonte.

A casta Loureiro existe em quase toda a região dos Vinhos Verdes, mas é originária do vale do Rio Lima.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo Turismo de Portugal aprova candidatura de Ponte de Lima para promoção do vinho Loureiro foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Anterior Alimentar e bebidas. Quer exportar para o Reino Unido? Vá à Câmara de Comércio
Próximo INIAV comemora Dia do Agricultor em Elvas com debates e visitas de campo

Artigos relacionados

Últimas

Feira tecnológica para Frutas e Hortícolas de 15 a 17 de novembro no Cnema em Santarém

Comente este artigo
#wpdevar_comment_4 span,#wpdevar_comment_4 iframe{width:100% !important;} […]

Últimas

​Fundo de apoio às vítimas dos incêndios revelou “vários défices de transparência” e controlo

[Fonte: Rádio Renascença]

Uma auditoria do Tribunal de Contas (TdC) detetou “vários défices de transparência” no Fundo REVITA, de apoio às vítimas dos incêndios de junho de 2017 nos concelhos de Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande.
O fundo REVITA, […]

Nacional

Mais de 300 bombeiros e 10 meios aéreos combatem chamas em Tomar

[Fonte: Rádio Renascença]

Um incêndio florestal deflagrou este sábado, pelas 16h10, em Tomar, no distrito de Santarém, mobilizando mais de 300 bombeiros, apoiados por 91 veículos e 10 meios aéreos, segundo informação da Proteção Civil.
Pelas 18h53, o combate às chamas estava a ser assegurado por “336 operacionais”, […]