Toneladas de laranja do Algarve para a rede Continente

Toneladas de laranja do Algarve para a rede Continente

[Fonte: Voz do Campo]

A campanha significa uma previsão de aquisição de cerca de 10 000 toneladas de laranja do Algarve. O carimbo IGP garante que este citrino é produzido em pomares certificados e que possui características únicas respeitantes à sua região de origem.

A rede de hipermercados Continente, informa em comunicado que um dos produtos mais característicos do sul do país está em destaque em todas as suas 274 lojas. “Até junho, no Continente só encontra laranjas do Algarve com carimbo IGP – Indicação Geográfica Protegida, designação regulamentada pela União Europeia. Esta parceria com produtores nacionais significa uma previsão de aquisição de cerca de 10 000 toneladas de laranja do Algarve”.

Recorde-se que a classificação IGP identifica produtos originários de determinada região, garantindo que apenas são comercializados artigos que tenham sido obtidos de forma tradicional e que possuam características e reputação ligadas ao território. No caso das laranjas do Algarve, a classificação é atribuída a todos os citrinos provenientes de pomares certificados, com um caderno de encargos exigente que vincula os produtores a diversas medidas para garantir a qualidade do produto, nomeadamente que o fruto seja colhido à mão e no ponto ótimo de maturação, ou seja, com a relação de açúcares/ácidos adequada para o consumidor. O carimbo IGP garante, desta forma, um citrino com casca fina, intensamente colorida e brilhante, com elevado teor de sumo, único da região mais a sul de Portugal.

Adianta ainda o comunicado que “todas as laranjas à venda nas lojas Continente são produzidas, assim, em 2000 hectares de pomares certificados, distribuídos entre Tavira e Silves e pertencentes a cerca de 100 produtores que compõem as quatro Organizações de Produtores parceiras do Continente”.

Ondina Afonso, Presidente do Clube de Produtores Continente sublinha que “No Clube de Produtores Continente valorizamos a autenticidade dos produtos. Através de cadeias curtas de abastecimento asseguramos a sustentabilidade ambiental e económica do país, das regiões e da agricultura nacional. Ao disponibilizarmos apenas laranjas produzidas no Algarve, estamos a fechar mais um elo da cadeia de união entre o Continente e a produção nacional”.

Continente vai comprar 10 mil toneladas de laranja do Algarve

Comente este artigo

O artigo Toneladas de laranja do Algarve para a rede Continente foi publicado originalmente em Voz do Campo

Anterior Fábrica de Tabaco Estrela celebra aniversário
Próximo "Brexit, o caos e as consequências no Agroalimentar" - Gonçalo Almeida Simões

Artigos relacionados

Comunicados

Borrego Leonor & Irmão e Bayer organizam jornada formativa sobre proteção da vinha

A Borrego Leonor & Irmão S.A. e a sua representada Bayer organizaram uma jornada formativa sobre uso sustentável de produtos fitofarmacêuticos na cultura da vinha, a 19 de Fevereiro, na Adega Cooperativa de Almeirim.
Atenta à necessidade de formar e informar os viticultores sobre as Boas Práticas Agrícolas de gestão da vinha, […]

Sugeridas

O sector agrícola no OE 2019: apreciação global no debate na especialidade

Análise ao sector agrícola no OE 2019, de apreciação global no debate na especialidade, que poderá ser complementada com a visualização das intervenções da Deputada Patrícia Fonseca
Este OE é uma oportunidade perdida para o sector agrícola – parece que reforça as verbas mas afinal não é bem assim…
OE2019: CDS quer saber quando estará em funcionamento a empresa de gestão florestal
Alterações climáticas: Portugal tem necessidades de água para além do regadio
OE2019: CDS quer alterações ao regime contributivo para agricultores e incentivos ao trabalho de jovens
→Consulte aqui a Análise sobre OE2019←

Comente este artigo
#wpdevar_comment_5 span,#wpdevar_comment_5 iframe{width:100% !important;} […]

Últimas

Reacendimento “complexo” em Tábua mobiliza mais de 400 bombeiros e 7 meios aéreos

Tábua, Coimbra, 09 ago (Lusa) – O incêndio florestal que deflagrou na terça-feira no concelho de Tábua, distrito de Coimbra, chegou a ser dado como dominado, mas reacendeu hoje às 14:22 e o combate está a ser “muito complexo”, segundo a Proteção Civil.

Comente este artigo
#wpdevar_comment_6 span,#wpdevar_comment_6 iframe{width:100% !important;} […]