Todolivo. Programa de Melhoramento Genético entra na fase decisiva

[Fonte: Voz do Campo]

Depois de vários anos de ensaios em Campo as novas variedades resultantes do Programa de Melhoramento Genético da Todolivo estão em fases de teste agronómicos e análises físico-químicas e sensoriais dos seus azeites.

 A Todolivo começou a colheita da segunda e última fase do ensaio do Programa de Melhoramento Genético que está a desenvolver na exploração “La Mata”, localizada no município de Villafranca de Córdova (Espanha). Trata-se do ensaio mais importante nesta índole a nível mundial e um dos mais importantes que a Todolivo pôs em marcha. O objetivo inicial foi o de obter novas variedades para olivais em sebe que permitam enriquecer e ampliar o atual catálogo organolético, com novos azeites virgens extra de sabores e aromas diferenciados.

Um dos desafios mais importantes colocado pela Todolivo foi que as novas variedades resultantes de cruzamentos superassem as suas progenitoras em precocidade, produção de gordura, produtividade, bem como em resistência e tolerância a determinadas doenças. O facto da primeira colheita acontecer 23 meses depois da plantação já demonstra que são mais precoces que as que lhes deram origem.

Metodologia

O Programa desenvolve-se em duas fases, a primeira iniciou-se m 2008, altura em que se realizaram os primeiros cruzamentos de progenitores em floração por polinização, de onde resultaram 1345 novas variedades. As plantas que germinaram foram criadas em estufa e plantadas de forma individualizada em abril de 2010 numa das parcelas do centro de Investigação que a empresa possui no município de Pedro Abad, em Córdova, onde foram avaliadas durante oito anos e se realizaram seis colheitas em campo. Finalmente, destas foram pré-selecionadas 38, aquelas que superaram os progenitores em precocidade, rendimento de gordura, produtividade e apresentaram uma maior resistência ou tolerância a determinadas doenças.

Em dezembro de 2015 estas 38 novas variedades foram multiplicadas e plantadas massivamente em nove blocos diferentes na exploração dedicada à investigação “La Mata”, junto com uma seleção das variedades mais produtivas existentes atualmente nível mundial, plantadas ao mesmo tempo para comparação.

Atualmente o ensaio encontra-se na fase final: as 38 variedades estão a ser submetidas a um teste agronómico e a análises físico-químicas e sensoriais dos seus azeites. As que superarem estas avaliações finais passarão a ser as novas variedades disponíveis para os agricultores nos próximos anos.

A segunda fase do programa começou em 2009, quando se realizaram novos cruzamentos, dos quais se obtiveram 543 novas variedades. Destas, que estão atualmente em avaliação na propriedade “Santa Maria”, obtiveram-se 32 novas variedades, que serão plantadas entre o outono de 2017 e a primavera de 2018, nas herdades “Las Hazuelas” e “El Calderito Alto”, para serem avaliadas em campo.

O Programa de Melhoramento Genético que a Todolivo iniciou em 2008 é fruto de uma forte aposta da empresa espanhola, perita e pioneira em olival em sebe, que desde início aposta na investigação e inovação com intenção de modernizar a olivicultura.

Comente este artigo

O artigo Todolivo. Programa de Melhoramento Genético entra na fase decisiva foi publicado originalmente em Voz do Campo

Anterior Consumir carne de cordero aporta ventajas nutricionales, según estudio de la Universidad extremeña
Próximo Una mala gestión de una explotación ganadera vasca provoca la muerte de 45 vacas por inanición

Artigos relacionados

Últimas

Sabe o que é a camarinha?

Tem havido um crescente interesse de estabelecer a camarinha como cultura, mas a informação sobre o seu sistema de reprodução é escasso, o que é essencial para a sua gestão sustentável e conservação. No sentido de aprofundar o conhecimento da morfologia e ontogenia floral realizaram-se observações e colheitas de material vegetal em plantas masculinas e femininas, […]

Nacional

Tapada do Marquês, Adega dos Leões e Infusa Rosé vencem Concurso de Vinhos Verdes InvestBraga

[Fonte: Agricultura e Mar]
Tapada do Marquês – Loureiro, produzido pelas Caves Campelo, Adega dos Leões – Vinhão, da produtora Margarida Laura Martins Vasconcelos, e Infusa Rosé, da Quinta de Miramontes, foram os vinhos premiados com o diploma de ouro, este fim-de-semana, no 4.º […]

Últimas

Escalões de IRS e reforma da floresta aquecem “rentrée”

[Fonte: Jornal De Negócios]

A descida das temperaturas um pouco por todo o país não arrefeceu o fim-de-semana político. Faro, Vila Real e Lisboa serviram de palco a um fim-de-semana já a cheirar a “rentrée” marcado por acusações entre António Costa e Pedro Passos Coelho, […]