Seguro de colheitas tem novas regras e passa a incluir as plantas aromáticas

[Fonte: Agricultura e Mar]

Alteração O regulamento do seguro de colheitas e da compensação de sinistralidade sofreu alterações. As culturas de citrinos do Algarve e de cereja de vários concelhos e da pêra rocha do Oeste passam a ter um tratamento autónomo. E a produção de plantas aromáticas e medicinais passa a beneficiar do sistema de seguros agrícolas.

Segundo a Portaria n.º 132/2017 de 10 de Abril de 2017, a “permanente adaptação à realidade é um dos desafios do sector segurador, introduzindo o dinamismo indispensável à satisfação de novas necessidades, o que pode ser alcançado através da criação de seguros especiais para os quais já exista procura. Efectivamente, a produção de citrinos no Algarve, de cereja nalguns concelhos da Cova da Beira, do Ribadouro e de Trás-os-Montes e da pêra rocha no Oeste justificam, pelas suas especificidades e pela sua expressão na produção nacional, um tratamento autónomo relativamente ao seguro horizontal, sendo de admitir estes produtos na categoria dos seguros especiais e respondendo, desta forma às necessidades dos agricultores”.

Por outro lado, o diploma explica que o interesse manifestado pelo sector agrícola na produção de plantas aromáticas e medicinais, culturas até à data não abrangidas pelo SIPAC – Sistema Integrado de Protecção contra as Aleatoriedades Climáticas, justifica a sua inclusão no seguro de colheita horizontal, passando aquelas culturas a beneficiar do sistema de seguros agrícolas.

Tabelas para cálculo do capital seguro

O diploma recomenda ainda a utilização do preço dos produtos agrícolas constante da tabela de referência elaborada pelo Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral (GPP), não só como indicador para efeito do cálculo do capital seguro, mas também como padrão para aferir variações de preços declarados. Caso estas correspondam a valores iguais ou superiores a 20% do preço de referência, cabe ao tomador de seguros ou segurado comprovar o preço declarado.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

Receba este artigo na Newsletter do Agroportal

Aceito a Política de Proteção de Dados e dou o respetivo Consentimento para a recolha e tratamento de dados pessoais.

O artigo Seguro de colheitas tem novas regras e passa a incluir as plantas aromáticas foi publicado originalmente em Agricultura e Mar

Anterior Andalucía se lo deja claro a los regantes de Doñana: “No vamos a andar ni un milímetro fuera de ley”
Próximo Hacer las cosas bien: el mensaje dirigido a la macrogranja de Noviercas

Artigos relacionados

Últimas

Alqueva, um oásis na agricultura em Portugal

[Fonte: Voz do Campo]
A seca que assolou, e assola, o País veio criar um mar de dificuldades na agricultura em Portugal mas veio também demonstrar o quão importante é ter água numa região como o Alentejo onde não basta ter bons solos e muitas horas de Sol. […]

Nacional

Viticultores do Douro lançam site para dinamizar região

[Fonte: Vida Rural]
A ProDouro – Associação de Viticultores Profissionais do Douro lançou recentemente uma plataforma online que tem como objetivo dar a conhecer a Região Demarcada do Douro e dinamizar a região.
De acordo com a associação, o novo site disponibiliza informação sobre a RDD, […]

Nacional

Castas de Portugal: Negra Mole

[Fonte: Vida Rural]
Casta autóctone portuguesa
Sinónimos Reconhecidos: Não são conhecidos.
A actual utilização desta casta para plantações é inferior a 0,1%.
Informação Viticert
Morfologia
Extremidade do ramo jovem: Semi-fechada, com orla carmim de intensidade média e elevada densidade de pêlos prostrados. […]