Sector agroalimentar assina Código de Boas Práticas Comerciais

Sector agroalimentar assina Código de Boas Práticas Comerciais

[Fonte: Agricultura e Mar ]

O sector agroalimentar português assinou, no Ministério da Economia, um Código de Boas Práticas Comerciais, que reflete um acordo de cooperação pioneiro entre a APED, a CAP, a CCP, a CIP, a CNA e a CONFAGRI, que visa acrescentar valor a toda a cadeia alimentar, tornando-a mais equilibrada e competitiva.

Este instrumento de autorregulação, de natureza voluntária, tem por objetivo reforçar a cooperação e transparência e assegurar a promoção da equidade e reciprocidade entre parceiros dos sectores da produção, da transformação e da distribuição de produtos de grande consumo.

O documento, que define um conjunto de princípios e procedimentos para a cadeia de abastecimento agroalimentar, está alinhado com as práticas de autorregulação em vigor na Europa, nomeadamente com a SCI – Supply Chain Initiative (o código de boas práticas europeu) e acordos semelhantes estabelecidos em países como a Bélgica e Espanha.

A assinatura do Código de Boas Práticas Comerciais contou com representantes do sector agroalimentar, do Secretário de Estado Adjunto e do Comércio, Paulo Alexandre Ferreira, e do Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira.

O artigo Sector agroalimentar assina Código de Boas Práticas Comerciais foi publicado originalmente em  Agricultura e Mar

Comente este artigo
Anterior Há pressão para acabar com a PAC ou reduzi-la ao ínfimo
Próximo Comunicado de imprensa - Parlamento Europeu aprova proibição de redes de arrasto abaixo dos 800 metros

Artigos relacionados

UE

Conclusões do debate Francês sobre os Estados Gerais da Alimentação

França lançou um processo de consulta e diálogo com a Sociedade Civil chamado os Estados Gerais da Alimentação. Um dos temas visados foi relançar a criação de valor na cadeia e assegurar um reequilíbrio mais justo.

Nacional

PDR2020 : Formação Financiada – Barcelos

A MP ACADEMIA BARCELOS, tem abertas as inscrições, para ações de formação de Jovens Agricultores, com projetos de instalação, ao abrigo do PDR2020 ou com projetos de instalação aprovados a partir de 01-01-2013 ao abrigo do PRODER.

Incentivo  Formativo:
Subsídio de Alimentação; Subsídio de Transporte e Certificado Profissional
Data limite de inscrição: 15 de Fevereiro 2018
Consulte os cartazes onde constam as ações disponíveis bem como a carga horária de cada uma delas. […]

Dossiers

Cereais – FastBreed

O projeto pretende produzir ferramentas baseadas na Seleção Genómica para obtenção de novas variedades de trigo geneticamente melhoradas