Risco da praga da traça da Guatemala afetar Portugal “é reduzido”

Risco da praga da traça da Guatemala afetar Portugal “é reduzido”

[Fonte: Rádio Renascença]

O risco da praga da traça da Guatemala, que está a destruir grandes quantidades de batata na Galiza chegar a Portigal é “reduzido”, porque “a capacidade de voo do inseto é muito baixa”.

A opinião é expressa à Renascença pelo chefe do Serviço de Saúde e Produção Vegetal da Junta da Galiza, Victor Novo.

A praga deste insecto está a destruir grandes quantidades de batata na Galiza, afetando quase em exclusivo zonas de produção particular, destinada a consumo próprio.

O responsável galego avança, ainda, que as autoridades portuguesas, tal como a de todos os Estados-membros da União Europeia, estão devidamente alertados para a existência do problema

Qual é o risco desta praga poder chegar a Portugal?

É reduzido. O risco só existe se estas batatas forem levadas de mãos em mãos a Portugal. O que quero dizer é que o risco não resulta do voo do inseto, porque a capacidade de voo do inseto é muito baixa. Só mesmo se houver pessoas a comprar batata nas zonas infestadas e as levarem para Portugal.

Quais são os danos provocados por esta praga, aí na Galiza?

Esta praga estraga completamente as batatas. Comercialmente, ficam destruídas. Os danos não podem ser quantificados porque 99% das explorações afectadas são de particulares, que produzem, essencialmente, batata para auto-consumo. São pequenas superfícies dedicadas a este cultivo e não conseguimos quantificar os prejuízos.

Ainda assim, as autoridades portuguesas foram alertadas para esta praga, para um maior controlo fronteiriço da passagem de batata vinda da Galiza?

Sim, mas as zonas produtoras que temos na Galiza e que possam ter algum tipo de comercialização com Portugal estão livres desta praga.

Mas as autoridades sanitárias portuguesas foram avisadas…

Foram alertadas, como foi alertada toda a Europa. Quando acontece uma praga como esta, o dever do Estado-membro afectado, neste caso a Espanha, é avisar a Comunidade Europeia e o resto dos Estados-membros. Todos sabem que em Espanha, em algumas zonas da Galiza, temos este problema com a batata.

Comente este artigo

O artigo Risco da praga da traça da Guatemala afetar Portugal "é reduzido" foi publicado originalmente em Rádio Renascença

Anterior PAC: Castilla La Mancha ya ha ampliado el plazo hasta el 15 de mayo para la presentación de las ayudas
Próximo Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 9 a 15 de Abril 2018

Artigos relacionados

Sugeridas

Máquina da Adira vence prémio Produto Inovação 2017

[Fonte: Jornal De Negócios]

A Adira AM – Additive Manufacturing, uma nova máquina de fabrico aditivo de peças metálicas de grande dimensão, é a vencedora do prémio Produto Inovação COTEC-ANI 2017. A distinção foi anunciada esta terça-feira, 16 de Maio, pelo Presidente da República, […]

Nacional

Produtores de castanha de Bragança falam em calamidade e pedem ajuda ao Governo

[Fonte: Observador]

A Associação de Produtores de Castanha Transbaceiro, no concelho de Bragança, anunciou nesta segunda-feira que vai pedir a ajuda do Governo para o que descreveu como “a calamidade” que se abateu sobre a produção devido à seca extrema. O concelho de Bragança é […]

Nacional

Caça: DGAV relembra proibição de importação de iscos com urina de veado

[Fonte: Agricultura e Mar]
A DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária relembra a proibição de importação de determinados iscos usados por caçadores.
“Chama-se a atenção que na sequência de terem sido detectados três casos de Doença Emaciante Crónica (CWD) em renas e em alces selvagens na Noruega, […]