REUSE – Reutilização de Água no Regadio – 18 de setembro – Évora

REUSE – Reutilização de Água no Regadio – 18 de setembro – Évora

[Fonte: EDIA e Consulai] No dia 18 de setembro de 2019, com início às 10 horas, no Parque Científico e Tecnológico de Évora, na Herdade da Barba Rala, R. Luís Adelino Fonseca lote 1A, vai ter lugar uma Sessão de Divulgação -Reutilização de Água no Regadio.

Este evento está enquadrado no projeto REUSE e tem por objetivo sensibilizar para a utilização de Água para Reutilização (ApR) na atividade de regadio na região do Alentejo.

O REUSE é um projeto financiado pelo Fundo Ambiental e desenvolvido em parceria entre a Águas de Portugal, AgdA – Águas Públicas do Alentejo, EDIA, Instituto Superior de Agronomia, EFACEC e Centro Operativo e de Tecnologia de Regadio (COTR). Um dos pilotos de demonstração deste projeto decorre na ETAR de Beja onde foi instalado um sistema de produção de água para agricultura tendo como fonte as águas residuais tratadas nesta ETAR. Este piloto utiliza tecnologias de tratamento de reduzido custo operacional (painéis concentradores da radiação solar para desinfeção da ApR por ação da radiação UV e ação térmica) destinando-se a água ao regadio de uma plantação de romãzeiras.

Nesta sessão, e para além do projeto REUSE, será apresentado o projeto internacional SuWaNu, onde se inclui Portugal, o qual está a estudar a situação atual da reutilização de águas residuais na rega no mediterrâneo. Os promotores portugueses são a FENAREG e a CONSULAI.

Serão ainda ouvidos os pontos de vista e experiência de reutilização de agricultores e a posição do Gabinete de Planeamento e Políticas do Ministério da Agricultura sobre estas matérias.

Com esta ação pretende-se discutir a problemática da reutilização de águas residuais para fins agrícolas, as oportunidades e os desafios dessa utilização, envolvendo todos os protagonistas.

Em Beja já está em regime de experimentação o sistema de produção de água para reutilização através da desinfeção solar das águas residuais tratadas na ETAR de Beja, para posterior utilização, por um agricultor da região, na rega de um pomar, tendo como objetivo, estudar o impacte das ApR nas plantas, solo e água.


→ Inscrição ←

Comente este artigo
Anterior 1º dia aberto +BDMira - Batata-doce competitiva e sustentável no perímetro de rega do Mira - 18 de setembro - São Teotónio
Próximo Fórum Agrogarante “Conversas de Agricultura” - 18 de setembro - Beja

Artigos relacionados

Últimas

Colóquio da FENCAÇA “Compatibilização da Atividade Cinegética com as Atividades Turísticas Emergentes no Mundo” na XI Feira de Caça, Pesca e Lazer de Ponte de Lima – 21 de junho

No âmbito da XI Feira de Caça, Pesca e Lazer de Ponte de Lima, a realizar este fim-de-semana, no Pavilhão de Feiras e Exposições de Ponte de Lima, […]

Últimas
Eventos

FEIRA DA LUZ/EXPOMOR organiza colóquio sobre o Toiro Bravo – 31 de Agosto – Montemor-o-Novo

O Toiro Bravo vai estar presente pela primeira vez na FEIRA DA LUZ-EXPOMOR, que decorre em Montemor-o-Novo de 28 de Agosto a 2 de Setembro. […]