“Queima Segura” implementado em quatro freguesias do Marco de Canaveses

[Fonte: Agricultura e Mar]

O Marco de Canaveses foi um dos municípios contemplados pelo programa “Queima Segura”, uma iniciativa do Governo que atribui verbas do Fundo Florestal Permanente. O programa vai ser implementado nas quatro freguesias identificadas no ano de 2019, por Despacho dos secretários de Estado da Protecção Civil e das Florestas e do Desenvolvimento Rural, como freguesias prioritárias para efeitos de fiscalização e prevenção: Avessadas e Rosém, Paredes de Viadores e Manhuncelos, Soalhães e Várzea, Aliviada e Folhada.

Queimadas acompanhadas por bombeiros

Na prática, com este programa, as queimas autorizadas entre os dias 1 e 30 de Junho nestas freguesias, serão efectuadas com o acompanhamento de equipas dos Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses e deverão ser realizadas entre as 7h30 e as 13h30.

Explica um comunicado da autarquia que quando o número que queimas permitir, os Bombeiros acompanharão as operações do início ao fim. Sempre que o número de queimas a realizar seja mais elevado, as equipas de bombeiros visitarão cada uma delas, uma ou mais vezes, em regime de patrulhamento, de modo a efectuar o devido acompanhamento.

Maior segurança

“Este apoio do Governo vai permitir que nas freguesias em que o risco é maior e está identificado, as pessoas possam continuar a realizar as queimas, desde que autorizadas, com muito mais segurança”, explica Cristina Vieira, presidente da Câmara Municipal do Marco.

Outras das medidas do programa “Queima Segura” passa pela realização de acções de informação presenciais em cada uma das quatro freguesias para esclarecer a população acerca do funcionamento do próprio programa.

Dias de queima

A Comissão aprovou ainda a distribuição dos dias de queima para cada uma das quatro freguesias abrangidas, informação que consta do quadro abaixo:

Junho de 2019
Freguesia Dias de fim-de-semana Dias de semana
Soalhães 1, 2 3, 7, 13, 19, 25, 29, 30
Várzea, Aliviada e Folhada 8, 9 4, 10, 14, 20, 26
Paredes de Viadores e Manhuncelos 15, 16 5, 11, 17, 21, 27
Avessadas e Rosém 22, 23 6, 12, 18, 24, 28

Este planeamento foi aprovado na reunião da Comissão Municipal de Defesa da Floresta (CMDF), no dia 15 de Maio, onde foi ainda aprovado Plano Operacional Municipal do Marco de Canaveses para o ano de 2019, que integra a informação relativa aos meios e recursos que serão empenhados na prevenção e combate aos incêndios e a forma como a sua actuação é articulada entre entidades no território municipal.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo “Queima Segura” implementado em quatro freguesias do Marco de Canaveses foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Anterior Jerónimo Martins Agroalimentar e Universidade de Évora vão colaborar em projetos de investigação agropecuária
Próximo REN aposta em Máquinas Inovadoras para Limpeza de Florestas e Prevenção de Incêndios

Artigos relacionados

Nacional

DGAV alerta para a inspecção obrigatória de pulverizadores de fitofarmacêuticos

[Fonte: Agricultura e Mar]
A DGAV — Direcção Geral de Alimentação e Veterinária alerta para obrigatoriedade de inspecção dos equipamentos de aplicação de produtos fitofarmacêuticos de uso profissional, em cumprimento do disposto no Decreto Lei n.º 86/2010, de 15 de Julho. […]

Nacional

Apresentação da Feira Nacional do Mirtilo 2019

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

No dia 18 de Junho, pelas 11h00, irá decorrer, na Biblioteca Municipal de Sever do Vouga, a conferência de imprensa de apresentação da Feira Nacional do Mirtilo.
O certame, que vai na sua 12.ª […]

Nacional

Não há meios suficientes para cobrir o plano de combate aos incêndios

[Fonte: Expresso]

Os meios de combate a incêndios florestais vão ser reforçados a partir deste sábado, mas dos 60 meios aéreos previstos no dispositivo só estão disponíveis 27, incluindo o helicóptero da Força Aérea para coordenação aérea.
Segundo a Diretiva Operacional Nacional (DON), […]