PS pede sentido de “escrúpulo” e recusa da “manipulação” de situações

Lisboa, 28 jun (Lusa) – O PS advertiu hoje que o debate político em torno das causas, responsabilidades e consequências trágicas resultantes dos recentes incêndios florestais deve decorrer com sentido de “escrúpulo” e sem qualquer “instrumentalização” de situações.

Comente este artigo
Anterior Report challenges negative view of conventional biofuels
Próximo Incêndios: Costa quer consenso para impor reordenamento florestal e travar eucalipto

Artigos relacionados

Últimas

Caldas da Rainha recebe conferência sobre estatuto da agricultura familiar

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

Tem lugar na tarde de hoje, 12 de Julho, no auditório da Comunidade Intermunicipal do Oeste, nas Caldas da Rainha, uma conferência dedicada ao “Estatuto da Agricultura Familiar”. Este evento é […]

Últimas

Organização da Feira da Agricultura diz que o setor está “moderno e dinâmico”

[Fonte: Observador]
A organização da Feira Nacional da Agricultura, que decorreu em Santarém, destacou o elevado número de visitantes desta edição e o “orgulho” em ver um setor moderno e dinâmico.
A administração da Feira Nacional da Agricultura (FNA) salientou este domingo o seu “orgulho” pela forma como decorreu o certame e pela “vitalidade” de um setor que, […]

Nacional

Vitacress reconhecida pela sua aposta na sustentabilidade

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

A Vitacress foi distinguida pelo seu trabalho na promoção da sustentabilidade ambiental. O galardão foi entregue pela Syngenta a Clarisse Boto, agrónoma da Vitacress que representou a empresa no evento, […]