Projeto de implementação de sistema de alerta de aluviões na Madeira vai custar 342 mil euros

Projeto de implementação de sistema de alerta de aluviões na Madeira vai custar 342 mil euros

[Fonte: O Jornal Económico]

Uma portaria publicada na passada terça-feira no Jornal Oficial da Região Autónoma da Madeira (JORAM), referente ao projeto de implementação do sistema de alerta de aluviões na região – estudo do leque aluvionar da baía do Funchal, vai custar 342 mil e 500 euros.

Este ano a Região vai pagar 334 mil e 500 euros, e no ano de 2020 vão ser pagos 8 mil euros, diz a portaria publicada no JORAM.

Um estudo publicado em 2018 que avaliava o risco de aluviões na Madeira diz que “uma aposta séria nas acções de monitorização e de investigação deste tipo de fenómenos, poderá a prazo contribuir para melhoria significativa da capacidade de previsão e alerta precoce deste tipo de fenómenos (aluviões)”.

António Betâmio de Almeida, um dos especialistas responsáveis pela elaboração do Estudo de Avaliação do Risco de Aluviões, vincou também que a implementação de um sistema de previsão e aviso de aluviões é uma das medidas mais importantes.

“No esquema que a equipa propõe ao Governo Regional há um indicador de limiar crítico de precipitação que pode induzir a deslizamentos e à formação de aluviões”, disse o especialista.

Agora, nove anos depois do temporal do 20 de fevereiro, e dos 700 milhões de euros investidos na recuperação da Região, o Governo madeirense garante a instalação do sistema de alerta de aluviões.

Comente este artigo

O artigo Projeto de implementação de sistema de alerta de aluviões na Madeira vai custar 342 mil euros foi publicado originalmente em O Jornal Económico.

Anterior El Gobierno no va a esperar a la reforma de la PAC y ya quiere incluir cambios en la campaña 2020
Próximo Oferta de emprego - Operador/a de Drones - Vidigueira e Alentejo Litoral

Artigos relacionados

Últimas

Pedrógão Grande: Dez pessoas julgadas no processo que investiga responsabilidades pelo fogo

[Fonte: O Jornal Económico]

Dos 13 arguidos do processo, seguem para julgamento os presidentes dos municípios de Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande em funções à data dos factos: Fernando Lopes, Jorge Abreu e Valdemar Alves, respetivamente.
Na sequência do debate instrutório, […]

Nacional

Dez agricultores e um eurodeputado à mesa. O país real na campanha

[Fonte: Rádio Renascença]

Paulo Rangel almoçou esta sexta-feira com 10 agricultores. Diz que quis trazer para a campanha das europeias os problemas reais do país que dificilmente chegam de viva voz aos políticos, muito menos aos que vivem grande parte do tempo em Bruxelas. […]

Últimas

Galiza indemniza famílias de vítimas dos fogos como “vítimas de terrorismo”

O governo regional galego decidiu aumentar as indemnizações às famílias das quatro pessoas que morreram na Galiza nos incêndios florestais do passado fim-de-semana, indica um decreto aprovado esta quinta-feira que as considera vítimas de “terrorismo incendiário”.

Comente este artigo
#wpdevar_comment_6 span,#wpdevar_comment_6 iframe{width:100% !important;} […]