Produtos inovadores vencem concurso FoodValorization

Produtos inovadores vencem concurso FoodValorization

[Fonte: Voz do Campo]

Cuscos de leguminosas, mel em pó, queijo Terrincho DOP e frutos liofilizados foram os produtos escolhidos.

A apresentação e final do Concurso FoodValorization aconteceram no início de abril e deram a conhecer os oito produtos finalistas e onde foram apurados os quatro produtos vencedores.

A iniciativa, desenvolvida no âmbito do projeto NewFood, promovida pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), visa incentivar a inovação alimentar e apoiar a criação de novos produtos, com enfoque nos recursos endógenos.

Os produtos foram submetidos a votação com base nos critérios: “Inovação de produto alimentar tradicional”, “Segurança Alimentar”, “Propriedades Organoléticas”, “Proposta de valor” e “Apresentação Geral”. O júri, composto por elementos da UTAD, da PortugalFoods, da Escola de Hotelaria e Turismo do Douro – Lamego, da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, da Fundação da Casa de Mateus, da Confraria dos Enófilos e Gastrónomos de Trás-os-Montes e Alto Douro, selecionou de entre os oito produtos finalistas os quatro vencedores.

Os melhores entre os melhores

O Concurso FoodValorization, iniciou-se em 2018 com 25 candidatos, tendo sido selecionados na 1ª Etapa 16 propostas, que beneficiaram de um apoio financeiro de dois mil euros para desenvolvimento de produto e assessoria na elaboração do modelo de negócios. Na 2ª Etapa, dos 16 produtos, foram selecionados os oito finalistas que passaram por um período de consultoria em imagem e design de produto. Além da prova de degustação, os responsáveis pelos oito projetos fizeram um pitch com um tempo total de 10 minutos, em que puderam elucidar o júri sobre a composição, inovação e outros fatores inerentes aos produtos apresentados.

Foram vencedores quatro produtos :“Cuscos de farinhas alternativas” que obteve o primeiro lugar e propõe a utilização de farinha de leguminosas e castanha para a confeção de cuscos (prémio quatro mil euros);  “HoneyFiber”, mel em pó com adição de fibras naturais, classificado em segundo lugar (prémio dois mil euros); “Queijo Terrincho DOP – Olive +”, um queijo “funcional” que contribui para a diminuição do colesterol, sem desvirtuar a certificação DOP, que arrecadou o 3º prémio (mil euros); e “Fruit Dehydrated Snacks”, frutos liofilizados, classificado em 4º lugar com um prémio de quinhentos euros.

Esta iniciativa, promovida pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, encontra-se integrada no Projeto NEWFOOD – Food Technologies Valorization, operação NORTE-01-0246-FEDER-000043, cofinanciado pelo FEDER, através do NORTE 2020.

Comente este artigo

O artigo Produtos inovadores vencem concurso FoodValorization foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Anterior Consumidores querem qualidade nos produtos frescos. Quais são as estratégias da Distribuição?
Próximo Finalistas à 2ª edição do Navigator Art on Paper Prize já são conhecidos

Artigos relacionados

Últimas

Conferência de imprensa da Comissão da Seca – 30 de outubro – Video

Veja aqui o video da conferência de imprensa da Comissão da seca.

Últimas

​Governo reforça meios aéreos para época de combate aos incêndios

[Fonte: Rádio Renascença]

O secretário de Estado da Proteção Civil anunciou a contratação de mais cinco meios aéreos para o dispositivo de combate a incêndios florestais.
Na Renascença, José Artur Neves revelou que no total estarão disponíveis “61 meios aéreos, incluindo o meio aéreo da Região Autónoma da Madeira”. […]

Nacional

PJ finaliza investigação e propõe acusação no processo dos subsídios para habitações

[Fonte: Açoriano Oriental]

Em comunicado, a Polícia Judiciária indica que, através da Diretoria do Centro, “finalizou e remeteu ao Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Coimbra, com proposta de acusação, o inquérito no âmbito do qual se investigaram eventuais crimes de burla qualificada, […]