Produto de origem natural para controlo das infestantes Katoun Gold, uma alternativa ao glifosato para espaços verdes.

Produto de origem natural para controlo das infestantes Katoun Gold, uma alternativa ao glifosato para espaços verdes.

KATOUN GOLD um herbicida de origem natural, uma alternativa ao uso do glifosato, para a gestão do coberto vegetal nas áreas urbanas e vias de comunicação, está disponível no mercado nacional. O produto de origem BELCHIM CROP PROTECTION, foi apresentado no passado dia 20 de Fevereiro em Idanha a Nova, por ocasião do evento de adesão do Município à rede de Bio-cidades.

Idanha-a-Nova, foi o primeiro município português a integrar a Rede Internacional Bio Regiões, cujo objetivo passa pela implantação de uma estratégia de desenvolvimento sustentado no território. O produto é comercializado em Portugal pela FITOSISTEMA. KATOUN GOLD é um produto à base de acído pelargónico, substância natural extraída das plantas, e comum na natureza. Possuí com uma formulação inovadora , e actua por contacto, assegurando uma eficácia sobre as infestantes mais problemáticas, a par do respeito pelo Homem e Meio Ambiente.

Segundo Laurent Dartouh responsável Europeu do segmento Non Crop: ” A gestão das infestantes deve ser sempre ponderada, tendo em conta o local e a biodiversidade, e deverá ser feita com o menor impacto para o Homem e meio Ambiente” salientando : “O KATOUN GOLD é um instrumento inovador para a gestão do coberto vegetal nas áreas urbanas e vias de comunicação, que vai permitir de uma forma eficaz e segura controlar as infestantes nos locais onde é necessário”. É um produto que não tem persistência no solo, degradando-se muito rápidamente, sem classificação toxicológica ou ecotoxicológica. É um produto referência em França e noutros países, onde faz parte das soluções utilizadas para Bio-controlo e agricultura biológica.

Fácil e seguro de aplicar , sem os riscos de ruído, vibração e segurança para o operador que alguns meios mecânicos e térmicos podem ter. Tem um efeito duplo já que controla infestantes e o musgo.

 

 

Comente este artigo
Anterior Jaime Gómez-Arnau é o novo chairman da sapec agro business
Próximo XVI Encontro de agricultores - 28 de Fevereiro 2018 - Pinheiro Grande

Artigos relacionados

Notícias Inovação

O robô que vai tratar das vinhas nas encostas do douro

[Fonte: Diário de Notícias]
Para já, o Romovi será uma máquina desenvolvida no INESC-TEC para monitorização da vinha, de forma autónoma, pelos socalcos durienses
Para já, o robô ainda só anda pelo meio das oliveiras plantadas na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. […]

Sugeridas

PAN quer sentar o seu eurodeputado na comissão da Agricultura

[Fonte: Público] Francisco Guerreiro chegou a Bruxelas para fazer o registo no Parlamento Europeu e apresentar-se ao grupo político dos Verdes europeus.

Viajou de avião, porque “infelizmente” ainda não há uma alternativa marítima ou ferroviária, e a viagem de automóvel está fora de questão. […]

Sugeridas

Projecto Germinar leva jovens com deficiência a trabalhar nas vinhas

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]
Com o objectivo de promover a integração social de jovens e adultos com dificuldade intelectual e de desenvolvimento, nasceu o projecto Germinar, que passa pela integração dos utentes da Delegação de Valença da APPACDM – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental, […]