Portugal Fresh. Frutas, legumes e flores reforçam aposta no mercado espanhol

Portugal Fresh. Frutas, legumes e flores reforçam aposta no mercado espanhol

[Fonte: Jornal económico]

A Portugal Fresh – Associação para a Promoção de Frutas, Legumes e Flores está a reforçar a sua aposta na exportação para o mercado espanhol.

Este ano, entre 18 e 20 de outubro, datas durante as quais se realiza a ‘Fruit Attraction 2017’, em Madrid, a Portugal Fresh, vai levar um número recorde de empresas a este certame, na capital de Espanha, que é o principal destino das exportações portuguesas de fruta, legumes e flores

A Portugal Fresh vai apresentar em Madrid 38 empresas e associações de produtores vão marcar presença naquela que é uma das principais feiras empresariais da Europa, onde se reúnem 60 mil profissionais de 110 países.

“Comparando com 2016, a presença portuguesa aumentou 46%. Também a área ocupada pela Portugal Fresh cresceu 10% face à edição passada, para 417 metros quadrados”, sublinha um comunicado desta associação.

Segundo este documento, Espanha é o principal destino das exportações de frutas, legumes e flores nacionais, absorvendo 30,3% das vendas internacionais em 2016.

Segue-se França (11,9%), Reino Unido (9%), Países Baixos (8,4%) e Alemanha (6,4%), esclarece a Portugal Fresh.

“Espanha é o nosso maior mercado de proximidade e o destino natural dos produtos portugueses, mas as empresas estão a exportar cada vez mais, e para novos destinos. Nesta feira, estarão presentes os principais operadores do sector, que vão mostrar o que de melhor se faz no país”, diz Gonçalo Santos Andrade, presidente executivo da Portugal Fresh.

As exportações de frutas, legumes e flores aumentaram em média 10% ao ano nos últimos dez anos e atingiram os 1.310 milhões de euros em 2016.

“A tendência de crescimento do sector nos mercados internacionais deverá manter-se em 2017: no primeiro semestre, as exportações chegaram perto dos 725 milhões de euros, o que corresponde a um aumento de mais de 23% em comparação com o mesmo período de 2016”, sublinha o referido comunicado da Portugal Fresh.

“A estratégia de promoção internacional está a traduzir-se em resultados e, em 2017, a tendência continuará a ser de aumento da presença dos produtos nacionais nos maiores mercados internacionais. O plano de atividades da Portugal Fresh para este ano inclui 20 ações de promoção em 12 países, como os Estados Unidos, México e Alemanha. A maioria dessas ações já foram concretizadas”, afirma Gonçalo Santos Andrade.

O objetivo é atingir os dois mil milhões de euros de exportações em 2020, assumem os responsáveis da Portugal Fresh.

Comente este artigo

O artigo Portugal Fresh. Frutas, legumes e flores reforçam aposta no mercado espanhol foi publicado originalmente em Jornal económico

Anterior Costa vai retirar responsabilidades políticas sobre incêndios "se for caso disso"
Próximo Sabe quem são os 33 finalistas do Food & Nutrition Awards?

Artigos relacionados

Nacional

Cotações – Frutos Secos – Informação Semanal – 10 a 16 Abril 2017

[Fonte: Agricultura e Mar]
Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas
Mercados de produção
Alfarroba – Na região do Algarve, a oferta de alfarroba “inteira” foi baixa e a procura manteve-se média. Escoamento regular. Cotações estáveis. Bom escoamento da alfarroba “grainha”. […]

Nacional

Ampliação do Alqueva vai regar mais 50 mil hectares no Alentejo

[Fonte: ffl revista]

A ampliação do Alqueva arranca em 2018 para regar mais 50 mil hectares no Alentejo e levar água para abastecimento público a mais cinco concelhos, num investimento de 210 milhões de euros.
A ampliação do Alqueva avança no próximo ano e vai incluir um vasto conjunto de obras que o Governo quer ter concluído até […]

Últimas

DGAV cria guia de acompanhamento de sub-produtos animais

[Fonte: Agricultura e Mar]
A DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária acaba de criar uma guia de acompanhamento de sub-produtos animais, a Mod. 376/DGAV.
A nova guia deve ser emitida aquando do transporte de sub-produtos animais e produtos derivados efectuados a partir do local de origem para qualquer destino no território nacional, deve ser numerada com o número sequencial do operador económico e deve emitida em quadruplicado. […]